image
image

Embalagem de camada única é destaque na cadeia de leites

 

imageA nova solução chamada monolayer desenvolvida para a linha de leites UHT resulta em uma embalagem de cor e camada única 100% sustentável e reciclável. Esta tecnologia já foi adotada pela Leite Jussara e busca atender as necessidades do consumidor e do meio ambiente, viabilizando ainda mais o consumo responsável de leites no Brasil.


As novas embalagens possibilitam o chamado ciclo “back to bottle” em que a reciclagem volta para a própria garrafa, tornando o processo de reciclagem mais fácil do que outras soluções já existentes no mercado. “São necessários menos estágios de separação para que ela volte a ser uma garrafa novamente utilizável”, explica o diretor geral da Plastipak, Dinis Mota.

 

No Brasil, 51% das embalagens PET são recicladas, segundo o Censo da Reciclagem do PET de 2016 e nas empresas a preocupação com o meio ambiente está sempre em pauta. Para o setor de embalagens o tema se tornou um dos principais direcionamentos na hora de inovar e melhorar os produtos do mercado.

 

A nova tecnologia foi apresentada na Feiplastic, um importante evento para o setor que aconteceu de 03 a 7 de abril no Expo Center Norte em São Paulo. Com resultados favoráveis à natureza e para as futuras gerações, o ciclo conta com a participação de todos os elos do sistema para promover esse reuso: Plastipak, que desenvolve a embalagem; Leite Jussara, que envasa; e a empresa de reciclagem GlobalPET que transforma em PCR (material resultante da reciclagem do pet que passa por um processo validado de descontaminação) e comercializa para reutilização.

 

Cerca de um terço do faturamento de toda a indústria brasileira de garrafas PET provém da reciclagem. “A sustentabilidade está intrínseca em todas as ações da companhia, assim como a inovação”, afirma Dinis. Para ele é importante evoluir junto com as necessidades dos consumidores e do planeta. “Por esse motivo, a Plastipak é uma empresa B2C2B, que significa primeiro entender as necessidades do mercado consumidor para depois desenvolver e conceber as melhores soluções que atendem as necessidades de toda a cadeia”, finaliza.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Klabin completa 118 anos


imageSão Paulo, 19 de abril de 2017 - Com a vitalidade de uma companhia que se reinventa a cada dia, a Klabin chega hoje aos 118 anos consolidada como a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, líder nos segmentos de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais e única empresa do País a produzir em uma mesma unidade industrial celulose de fibra curta, celulose de fibra longa e celulose fluff. Com 17 fábricas no Brasil e uma na Argentina, a empresa, que conta com mais de 18 mil colaboradores (diretos e indiretos), é referência em práticas de sustentabilidade.


Neste aniversário, a Klabin reforça que é da sua natureza cuidar de suas florestas, de suas pessoas e das comunidades no entorno de suas operações. Pioneira na adoção do manejo florestal em forma de mosaico (sistema que mescla matas nativas preservadas com florestas plantadas), a companhia foi a primeira empresa do setor de papel e celulose do Hemisfério Sul a ser certificada por organização internacional pela gestão de manejo florestal responsável, economicamente viável e que estimula boas relações com a comunidade. A Klabin preserva mais de 40% de sua área florestal total e mantém duas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), no Paraná e em Santa Catarina, destinadas exclusivamente a estudos científicos, proteção ambiental e hídrica.


Com capacidade de produção de 2 milhões de toneladas de papel e 1,5 milhão de tonelada de celulose, a companhia se beneficia da competitividade, qualidade e flexibilidade de sua linha de produtos, com um mix sem paralelos na indústria brasileira. No ano passado, a Klabin inaugurou o maior investimento da sua história, a Unidade Puma, uma das mais modernas fábricas de celulose do mundo. Planejada dentro das melhores práticas globais de sustentabilidade, a unidade permitiu que a companhia se tornasse autossuficiente na geração de energia elétrica, produzida a partir de fontes renováveis.

 

Sobre a Klabin

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, é líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em quatro unidades de negócios: Florestal, Celulose (fibra curta, fibra longa e fluff), Papéis (papel cartão, papel kraft e reciclados) e Embalagens (papelão ondulado e sacos industriais).

 

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais: www.klabin.com.br

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Esko ANUNCIA ESTRATÉGIA PARA AJUDAR CLIENTES A SE ADEQUAREM À ROTULAGEM NUTRICIONAL

 

imageSão Paulo (Brasil), Abril 2017 – A Esko (www.esko.com) uma das líderes globais no fornecimento de soluções integradas para a indústria de embalagens, anunciou uma estratégia abrangente para auxiliar as empresas a adequarem suas embalagens às novas regulamentações sobre rotulagem nutricional. “Vemos alterações significativas nas legislações sendo introduzidas por diversos governos em todo o mundo a fim de educar o consumidor sobre o produto via embalagem”, explica Philippe Adam, Vice Presidente de Marketing Global da Esko. “Para as indústrias de alimentos e bebidas, bem como para as farmacêuticas e nutracêuticas, isto significa manter-se atento às várias regulamentações e adaptar sua embalagem e processos adequadamente. Com soluções customizadas e softwares inteligentes, podemos ajudar.”

O anúncio da Esko vai de encontro à declaração da Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, sobre a introdução de um rótulo modernizado para a “Tabela Nutricional” para alimentos embalados, que entrará em vigor em julho de 2018. O Departamento de Agricultura dos EUA propôs a atualização das informações nutricionais para carnes e aves. Os governantes de outros países já estão avaliando regras similares para comunicar a tabela nutricional na embalagem; estas mudanças já foram anunciadas no Canadá e na França e, em breve, outros países seguirão.

Soluções para acabar com o problema

Dependendo das necessidades de cada empresa e do canal de comercialização do produto, a Esko pode indicar três soluções. A Solução 1 começa com o brand owner, a Solução 2 com a agência de criação da arte e a Solução 3 passa pela completa integração do sistema. Cada organização pode escolher a solução mais adequada à sua situação e confiar que o processo de produção do rótulo com a tabela nutricional será otimizado, unificando as informações. Informações detalhadas sobre cada solução podem ser encontradas em Esko’s white paper on regulatory compliance process and technology.

A Esko também está lançando um dispositivo único que extrai as informações nutricionais dos arquivos de embalagem existentes (AI ou arquivos PDF) e as converte em um canal de informação a ser usado em qualquer arte, automatizando a criação. Espera-se que esta solução reduza o tempo dos trabalhos em até 70% para os clientes que têm que adaptar os rótulos com tabelas nutricionais às novas regulamentações da FDA.

“É importante que as empresas se antecipem a todas as novas regulamentações e estejam confiantes que cada SKU produzido terá uma embalagem adequada”, explica Adam. “A Esko continuará a dar suporte aos clientes com novos templates nos quais as informações nutricionais e relativas aos ingredientes possam ser colocadas automaticamente. Com estas soluções, as novas regulamentações podem tornar-se um padrão diário do negócio e não algo excepcional que ameace o bom andamento da empresa.”

Sobre a Esko (www.esko.com)

O conceito Packaging Simplified (Embalagem Simplificada), da Esko, ajuda os clientes a produzirem a melhor embalagem para bilhões de consumidores. O portfólio de produtos da Esko suporta a gestão dos processos de embalagem e impressão para brand owners, varejo, designers, agências, fabricantes de embalagem e convertedores. Nove em cada 10 embalagens presentes no varejo usam soluções Esko, seja de gerenciamento de embalagem, asset management, criação de arte, design estrutural, pré-impressão, visualização 3D, produção de chapas flexográficas, automação de fluxo de trabalho, controle de qualidade, produção de amostras, paletização, colaboração na cadeia de suprimento e/ou produção de materiais de sinalização e displays de PDV.

As soluções da Esko incluem diversos softwares e duas linhas de hardware: gravadora de chapas flexográficas computer-to-plate CDI e os sistemas de acabamento e corte digital Kongsberg, são complementados com serviços altamente especializados, treinamento e consultoria.

Fazem parte ainda da família Esko, a Enfocus que oferece soluções em automação e ferramentas PDF de controle de qualidade para gráficas, editoras e designers gráficos, e a MediaBeacon, com soluções de digital asset management (DAM). Ao todo são 1.500 colaboradores em todo o mundo e sua sede está localizada em Gent, Bégica.

 

A Esko é uma empresa Danaher (www.danaher.com).

 

image

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Tetra Pak apresenta novas embalagens para consumo fora de casa
Tamanhos menores atendem demanda crescente dos consumidores globais

imageSão Paulo, 19 de abril de 2017 - A Tetra Pak expande sua liderança no mercado de bebidas para consumo fora de casa com dois novos tamanhos de embalagem: a Tetra Prisma® Aseptic 200 ml e a 250 ml Edge, ambas com tampa DreamCap™ 26.

Desenvolvidos a partir do sucesso da Tetra Prisma® Aseptic 330 ml, os novos formatos oferecem aos consumidores opções de tamanhos menores com o mesmo diferencial da tampa de rosca resselável, alternativa que, além de ser perfeita para o consumo em trânsito, foi desenvolvida para aperfeiçoar a experiência sensorial do usuário. 

Segundo estudo da Tetra Pak¹, pelo menos uma vez por semana, mais de 40% dos consumidores globais estão se alimentando em trânsito, no deslocamento entre seus compromissos. Leite fortificado, iogurte e bebidas energéticas são as escolhas favoritas deste público. O estudo aponta ainda que, para algumas pessoas, as bebidas em embalagens com 300 ml ou mais podem fazê-las se sentirem muito cheias.

Os dados refletem o grande potencial de mercado para formatos com menos 250 ml. Em todo o mundo, a demanda por produtos dessa dimensão deve atingir 72 bilhões de litros até 2019, 10% acima do volume atual.
“Nossos clientes precisam de soluções que os ajudem a identificar oportunidades e maximizar crescimento. Trazendo mais duas novas versões à bem-sucedida linha Tetra Prisma® Aseptic, conseguimos ajudá-los a explorar esse enorme potencial do mercado on-the-go. Estamos muito satisfeitos em já termos alcançado bons resultados com os primeiros clientes a utilizarem a novidade”, afirma Charles Brand, Vice-Presidente Executivo de Gerenciamento de Produtos e Operações Comerciais da Tetra Pak.

Segundo Ken Haubein, Presidente da Jasper Products, empresa americana do setor de processamento de alimentos, nos últimos anos houve um crescente interesse pelas embalagens Tetra Prisma® Aseptic DreamCap™. “Tendo mais opções a oferecer, maiores serão as oportunidades de diferenciação dentro do mercado norte-americano de leites com diferentes sabores, que é altamente competitivo”.

Desde o seu lançamento, a multipremiada Tetra Prisma® Aseptic 330 ml DreamCap™ já se tornou a principal escolha para mais de 100 clientes e 340 marcas.   
Para mais informações sobre as novas embalagens e outros produtos da família Tetra Prisma® Aseptic, acesse: http://www.tetrapak.com/br/packaging/tetra-prisma-aseptic

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

CONGRAF PRODUZ EMBALAGEM PARA NOVA CACHAÇA PREMIUM DA CIA. MULLER DE BEBIDAS


A Congraf foi a responsável por desenvolver as sofisticadas caixas que embalam a nova cachaça premium da Cia. Müller de Bebidas, maior produtora da bebida no mundo e dona da marca 51, líder de vendas no Brasil.

A caixa se notabiliza pela aparência de presente e por transmitir um caráter de exclusividade ao produto, de acordo com o conceito do projeto apresentado pela Cia. Müller de Bebidas.

Para isso, a fabricante de embalagens utilizou dois cartões duplex 240g/m² empastado com laminação fosca na frente, impressão offset 4 com cores especiais e com verniz UV + hot stamping ouro fosco. “O desafio desse projeto foi desenvolver uma embalagem em paralelo com o desenvolvimento da garrafa e rolha, atendendo a segurança necessária ao produto antes mesmo de sua concepção”, considera Cesar Costa, Designer de Embalagens da Congraf.

A Cia. Müller de Bebidas revelou ainda que um estudo conceitual para o design desse projeto foi realizado pela Claessens Brand Design Specialists, a mais conceituada agência para bebida alcoólica do mundo, com sede em Londres (Inglaterra), e, dentro desse conceito, adaptado pela agência W/Publi.

De acordo com a empresa, a Reserva 51 Carvalho Americano consiste em um produto requintado, destinado a consumidores de bom gosto e paladar refinado, uma vez que é envelhecida três anos em barris de carvalho americano de primeiro e único uso – da mesma forma que os americanos envelhecem seu tradicional uísque bourbon.

“Por ser um produto exclusivo e por isso de baixíssima tiragem, era difícil encontrar um parceiro que pudesse fornecer uma embalagem à altura do produto, mas que o custo fosse viável. A Congraf atendeu nossas expectativas em relação a isso e conseguiu produzir uma embalagem tão especial quanto o produto”, explica Paula Videira, Gerente de Marketing da Cia Müller de Bebidas.

Ainda segundo a Cia. Müller de Bebidas, a nova cachaça é uma extensão da linha premium da Reserva 51, lançada em 2009. Atualmente, a linha é composta por três versões: Única, Rara e Singular, que contam com diferentes opções de envelhecimento a partir de barris de carvalho.

A Cia. Müller de Bebidas informou também que a Reserva 51 Carvalho Americano terá edição limitada, com garrafas numeradas, e será comercializada exclusivamente por meio da loja online e somente em datas específicas, conforme a disponibilidade de novos lotes do produto. O calendário de vendas Reserva 51 Carvalho Americano será informado pela Cia. Müller de Bebidas para consumidores previamente cadastrados no site www.reserva51.com.br .

 *A garrafa é fornecida pela indústria francesa Saverglass e a tampa pela JC Ribeiro de Portugal.

 

image

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

TECNOLOGIA DE REVISÃO DA ESKO OTIMIZA PRODUÇÃO DE EMBALAGENS DA BEMIS NOS EUA

O sistema completo, automatizado, revisa textos, verifica a ortografia, inclusive em Braille, e código de barras, assegurando que os arquivos correspondam à arte final aprovada do cliente.

 

imageSão Paulo (Brasil), Abril 2017 - A falta de um elemento gráfico ou a impressão de um texto incorreto nas embalagens pode acarretar em prejuízos para o convertedor, brand owner e para a própria marca. No entanto, o processo de revisão manual pode consumir muito tempo e não ser consistente. Diante deste cenário, a Bemis Company Inc. (Bemis) implantou, nos Estados Unidos, um dos primeiros processos de controle de qualidade automatizados no mercado de embalagens. A partir de uma parceria com a Esko (www.esko.com) e com a Global Vision (www.globalvisioninc.com), as ferramentas de controle de qualidade da Global Vision foram incorporadas ao Automation Engine. Usando a funcionalidade da Global Vision, a Bemis consegue fazer verificações de controle de qualidade automáticas na arte final da embalagem, conferindo texto, arte, ortografia, Braile e códigos de barra.

 

Até então, o departamento de pré-impressão da Bemis Graphics em New London (WI – EUA) revisava os arquivos originais da forma tradicional, ou seja, visualmente. A primeira mudança foi a adoção das ferramentas do Automation Engine, usando o Viewer Compare, que permite o comparativo entre dois arquivos, destacando as diferenças. O sistema funcionou bem, mas a empresa sentia necessidade de uma solução ainda mais automatizada, que economizasse o tempo do operador e fosse menos sujeita a falhas.

 

Após cada interação de arquivo, a Bemis os compara ou verifica; todos os elementos gráficos e textos são verificados, assim como os códigos de barra, e comparados com a arte final. Enquanto a arte é montada, é feita a correção ortográfica e a verificação do código de barras. Depois o arquivo é comparado com os arquivos originais; quando são acrescentados detalhes e são montadas imagens de alta resolução, é feita uma nova comparação com o PDF anterior. “Depois que exportamos o arquivo para a Esko Plato para a etapa executar e repetir, comparamos os arquivos mais uma vez”, explica Hochhausen. “Vamos verificar a versão anterior de cada um dos arquivos totalmente executados. Sabemos que se tivéssemos usado este processo em 2015, por exemplo, teríamos capturado oito erros”.

 

“O mais importante é a velocidade de trabalho com a certeza de que nada mudou - exceto as mudanças que o cliente pediu. Tarefas como verificação de código de barras, sozinhas, economizam 10 minutos por trabalho. Antes verificávamos a impressão e digitalizávamos a prova. Tínhamos que nos deslocar da mesa para digitalizar a prova e verificar o código de barras manualmente. Agora tudo é feito automaticamente”, acrescenta Hochhausen.

O executivo ressalta ainda que “quando passarmos para o Software Platform 16, da Esko, seremos capazes de coletar e extrair dados XML que nos mostrarão quantos erros foram detectados. É fácil fazer tudo com o Automation Engine, Automation Engine: Connect e o MIS.”

 

A Bemis também descobriu outras formas de usar as ferramentas da Global Vision. “Por exemplo, no processo de entrada de pedidos, criamos pedidos como qualquer outra empresa e geramos um arquivo PDF. Se alguém mais tocar o pedido e acrescentar algo indesejado, podemos detectar essas mudanças. Em última análise, gostaríamos de poder ignorar todas as outras etapas e comparar o arquivo PDF aprovado do cliente diretamente com os arquivos LEN de 1 bit. Tudo o que realmente temos que fazer é assegurar que o resultado final corresponde ao que o cliente aprova”, diz Hochhausen.  E resume: “O sistema funciona realmente bem e eliminou erros, acelerando nosso processo de controle de qualidade.”

 

Com sede em Neenah (WI - EUA), a Bemis Company Inc. tem um papel importante no setor de embalagem desde sua fundação, em 1858. Considerada hoje a maior empresa de embalagens flexíveis das Américas, a Bemis atende a clientes globais e seus produtos estão em cada corredor dos supermercados. Com 61 plantas em 12 países, inclusive no Brasil, a empresa combina dedicação à ciência dos materiais com recursos de fabricação de classe mundial, além de atendimento de qualidade que criam uma vantagem competitiva no mercado global. Mais de 70% de seus produtos são usados nos mercados de alimentos e bens de consumo por empresas como Kraft Heinz, Procter & Gamble, Kimberly-Clark, Hormel, Boston Scientific e General Mills. Outros mercados incluem agronegócios, aparelhos médicos e aplicações farmacêuticas.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

GRUPO MELITTA ANUNCIA AQUISIÇÃO DA MARCA MINEIRA CAFÉ BARÃO

 

 

imageA Melitta, multinacional alemã especialista em café e presente no país há 49 anos, anuncia que é a nova detentora do tradicional Café Barão, com sede na cidade de Piumhi, em Minas Gerais. A aquisição da marca, pertencente ao Grupo Mogyana, tem como principal objetivo a ampliação dos negócios em Minas Gerais, mantendo a estratégia da companhia de expandir sua presença nos lares brasileiros.

 

Com a missão de atender aos mais variados paladares brasileiros, a Melitta dá mais um importante passo em seu plano de negócios e desenvolvimento do mercado brasileiro. De acordo com Marcelo Del Nero Barbieri, presidente da Melitta para a América do Sul, a história de crescimento da companhia é baseada em uma estratégia focada em inovação, lançamentos de sucesso e aquisição. “A empresa identifica mercados e marcas com forte aceitação e potencial de crescimento. E, com toda a sua expertise, trabalha para ampliar os negócios – próprio e das marcas adquiridas –, aproveitando sinergias para oferecer produtos de qualidade em que o consumidor possa confiar para servir café aos amigos e familiares. Essa aquisição vai ao encontro disso”, explica o executivo.

 

O Grupo Melitta manterá a operação atual do Café Barão e fará investimentos para desenvolver ainda mais essa marca, além de elevar a capacidade de produção, para que ambas as empresas possam crescer no estado de Minas e em outras regiões. “Aproveitaremos os pontos fortes das duas companhias para conquistar novos consumidores, ampliando o portfólio de marcas e produtos e a presença nos lares brasileiros. Nossa experiência de sucesso com a marca Bom Jesus  reforça nosso compromisso no desenvolvimento do mercado, sempre respeitando a tradição e o legado das empresas que adquirimos”, destaca Barbieri.

 

A Melitta do Brasil representa o segundo maior faturamento do grupo em todo o mundo, atrás somente da matriz na Alemanha. A multinacional chegou ao Brasil em 1968. Oito anos depois, adquiriu a fábrica Celupa, em Guaíba (RS), onde passou a produzir seus filtros de papel, produto com o qual a empresa é líder no país. Em 1980, construiu sua primeira torrefadora na cidade de Avaré (SP). Em 2006, adquiriu o Café Bom Jesus, torrefadora de Bom Jesus (RS). A partir de agora, é detentora também do Café Barão, marca fundada há 25 anos na cidade de Piumhi (MG).

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

UBE APRESENTA GRADE DE NYLON ESPECÍFICO PARA

FILMES SHRINK (ENCOLHÍVEIS) NA FEIPLASTIC 2017

 

Os principais apelos do nylon em relação aos materiais tradicionais para esta aplicação são ambientais e legais

 

imageFeiplastic 2017 (estande L59) Internacionalmente o nylon tem sido visto - ebastante utilizado - como uma excelente alternativa a outros materiais na produção de filmes encolhíveis (shrink). Os principais apelos do nylon em relação aos materiais convencionais são respeito ao meio ambiente e legislação. Estudos realizados pela multinacional UBE (www.ube.ind.br), uma das líderes mundiais em poliamidas e copoliamidas, indicam que além de não liberar cloro na atmosfera durante o processo de produção e transformação, o nylon resulta em filmes extremamente resistentes à punctura o que, na prática, significa uma expressiva redução de perdas de produto no PDV (ponto de venda) e nas etapas de transporte, distribuição e armazenagem. 

 

“Por suas propriedades físicas e por suas propriedades barreira, o filme shrink de nylon é ideal para embalar produtos pontiagudos como carnes com ossos ou outros utensílios, como tesouras, facas, etc.”, explica Daniel Hernandes, Executivo de Vendas da UBE Latin America. Segundo ele, é possível trabalhar com estruturas de 7 ou 9 camadas (PA + EVOH + PA), dependendo da aplicação e das propriedades demandadas pelo produto. Outra vantagem é a maior taxa de encolhimento a uma mesma temperatura em comparação aos materiais convencionais.

 

A UBE Latin America já está atenta às novas demandas do mercado e oferece para os clientes da região grades de nylon específicos para a produção de filmes shrink de alto desempenho nas mais diversas aplicações. 

 

Sobre a UBE

Fundada na cidade de Ube, província de Yamaguchi, no Japão, em 1897, a UBE mantém 11 mil colaboradores em todo o mundo e registrou um faturamento de US$ 5,7 bilhões no ano fiscal de 2015, encerrado em Março de 2016. O portfólio global de produtos da empresa divide-se em: químicos e plásticos 44%; cimento 33%; máquinas e metais 12%; meio ambiente e energia 10%; e farmacêuticos 1%.

todo são três plantas de nylon - Japão, Tailândia e Espanha - que abastecem o mercado global. Cada planta possui o seu próprio centro de Pesquisa & Desenvolvimento. No Brasil a operação da UBE existe desde 2010 e as vendas de Plásticos de Engenharia representam 25% da produção de Castellón - Espanha. O escritório brasileiro atende a toda a América do Sul, com ênfase a Brasil, Argentina, Chile, Peru, Colômbia e Equador.

 

Fonte: Liliam Benzi - Comunicação & Inteligência em Negócios

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

ALESSANDRO PAIXÃO ASSUME ÁREAS DE EMBALAGEM E INSPEÇÃO DA SUNNYVALE

 

imageA Sunnyvale anuncia a chegada do executivo Alessandro Paixão para comandar as áreas de vendas das divisões de equipamentos para embalagens e inspeção. Estas áreas são consideradas estratégicas no planejamento da companhia de se consolidar como fornecedora de soluções completas para final de linha para as indústrias, já que também atua com soluções de codificação industrial e paletização. A companhia representa as principais marcas internacionais em equipamentos e tecnologia de ponta para indústrias, tais como Sesotec, Anritsu, Digi, Fuji, Domino, Foxjet, entre outras.

 

Alessandro Paixão passou boa parte de sua carreira profissional atuando na área comercial de empresas nacionais e multinacionais com foco em automação industrial. A última experiência foi em grande empresa nacional do segmento de Papel e Celulose, onde respondia pela área de embalagens terciárias de papelão. O executivo tem formação em Administração de Empresas com ênfase em Comércio Exterior e MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

 

Sobre a Sunnyvale - A Sunnyvale atua há 38 anos na comercialização e fabricação de equipamentos para codificação industrial, inspeção e controle de qualidade,  embalagens e  robôs de paletização. Representa as melhores marcas com tecnologia de ponta, tais como Domino, Saccardo, Foxjet, Sic, Fuji, Sesotec, Anritsu, entre outras.

 

No portfólio estão mais de 90 equipamentos para atender a todas as necessidades nos segmentos em que atuamos, o que nos coloca como uma das líderes do mercado. Contamos com uma rede de distribuição para atender todo Brasil. Mais informações www.sunnyvale.com.br

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

PESQUISA DA MAXIQUIM, PARA A ABIEF, INDICA QUE 2017 AINDA SERÁ ANO DE AJUSTES PARA O SETOR

 

O estudo aponta que apesar da produção ter ficado praticamente estagnada em 2016, ajustes internos e condições internacionais favoráveis podem iniciar um processo de retomada de negócios

 

VISITE O ESTANDE DA ABIEF NA

FEIPLASTIC NA RUA T 73

 

imageSão Paulo, Abril de 2017 - Em um cenário onde os preços do gás natural e do petróleo permanecem baixos - por volta de US$ 60 o barril de petróleo - alguns analistas apostam que nos próximos 3 a 4 anos haverá uma onda de investimentos, principalmente em plantas de PE (polietileno). Segundo Otávio Carvalho, da Maxiquim, empresa que produz um estudo de mercado exclusivo para a ABIEF, isto levará a uma queda entre 15% e 20% no preço das resinas já em 2018, em comparação a 2016, especialmente na Europa. 

 

Em 2016 estima-se que a demanda brasileira de PE e de PP (polipropileno) tenha superado a marca de 3,8 milhões de toneladas, com uma leve alta em PP (0,6%) e queda em PE (1,4%), no comparativo com o ano anterior. Mundialmente a produção de PE está avaliada em 110 milhões de toneladas, com uma demanda ao redor de 100 milhões de toneladas. Para 2017, a previsão é de um aumento de demanda de 0,3% nestas poliolefinas que a longo prazo se manterá em alta entre 2% e 3% ao ano.

 

As exportações brasileiras de poliolefinas foram recorde em 2016, com alta de 20,2%; já as importações registraram queda de 0,5%. O saldo na balança comercial foi positivo em 513 mil toneladas. Os EUA foram responsáveis por 40% das importações de resinas brasileiras; já a Argentina respondeu por 40% das exportações para o Brasil.

 

“Vale lembrar que 42% das receitas da Braskem no ano passado foram provenientes de operações fora do Brasil”, lembra Carvalho. Ele alerta ainda para o fato de que em 2016 “atrasos das plantas de eteno e de PEs melhoraram substancialmente as projeções de oferta x demanda, em termos de margens, níveis de operação e rentabilidade das plantas”.

 

SUP desponta entre as embalagens flexíveis

 

Proporcionalmente, uma das embalagens flexíveis com melhor desempenho em 2016 no Brasil, foi o stand up pouch (SUP). Embora os principais setores usuários de embalagem tenham registrado queda na demanda de flexíveis em 2016 – exceto alimentos com alta de 0,7% - a Maxiquim aposta em dois setores para alavancar o consumo em 2017: produtos de higiene pessoal e agropecuário.

 

A indústria de embalagens plásticas flexíveis fechou 2016 com uma produção de 1,834 milhão de tonelada (queda de 0,1% em comparação a 2015) e um faturamento de R$ 21 bilhões (alta de 6%). A participação dos diferentes tipos de resina no volume de produção foi: PEBDL (polietileno linear de baixa densidade) 50%, PEBD (polietileno de baixa densidade) 23%, PP 17% e PEAD (polietileno de alta densidade) 10%.

 

Em toneladas, tanto as exportações como as importações de embalagens flexíveis sofreram queda de, respectivamente, 30% e 23% em 2016 em comparação a 2015. Em valores, as quedas foram mais acentuadas: exportação 40% e importação 34%. Contudo, a participação das embalagens flexíveis na indústria de transformados plásticos continua importante: 29%.

 

A Maxiquim aponta como pontos relevantes para o setor em 2017: 

Sobre a ABIEF

Com 40 anos de atividades, a ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) tem por objetivo fomentar o mercado nacional de embalagens plásticas flexíveis. A Associação também tem incorporada às suas atividades o fomento à exportação e a preservação ambiental a partir do Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas. A entidade reúne empresas de todo o Brasil fabricantes de filmes monocama, coextrusados e laminados; filmes de PVC e de BOPP; sacos e sacolas; sacaria industrial; filmes shrink e stretch; rótulos e etiquetas; stand-up pouches; embalagens especiais.

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

PICPLAST APRESENTA FERRAMENTA INÉDITA DE GESTÃO E MARCA PRESENÇA NA FEIPLASTIC 2017

 

O Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST) e da Braskem, maior petroquímica das Américas, marca presença na Feiplastic 2017 e apresenta ferramenta inédita que irá auxiliar as pequenas e médias empresas do setor plástico na tomada de decisões estratégicas e controle do fluxo de caixa. Com um espaço exclusivo no stand da Braskem, os visitantes poderão conhecer de perto os programas de capacitação desenvolvidos pelo PICPlast, que há três anos já ajudou mais de 500 empresas transformadoras da indústria do plástico no Brasil.

 

Entre as novidades que serão apresentadas pelo Plano na feira, o destaque fica por conta da ferramenta “Análises de investimentos”, que foi desenvolvida para ajudar empresas que estejam planejando realizar algum investimento ou avaliar um projeto como, por exemplo, adquirir um novo equipamento ou molde. Para tanto, o PICPlast contratou a consultoria Advisia OC&C para desenvolver uma ferramenta que fosse intuitiva e prática, e que atendesse a indústria de transformação.

 

Construído em uma linguagem de Excel, o programa realiza cálculos sofisticados e indica resultados que apontam se os investimentos previstos são realmente vantajosos ou negativos. Disponibilizada gratuitamente para os visitantes da feira, a ferramenta é uma boa solução do ponto de vista financeiro capaz de apontar informações como a taxa de retorno projetada para os investimentos e se é realmente interessante para o empresário tomar crédito para uma expansão que esteja pensando em realizar.

 

“Com essa nova plataforma, queremos capacitar e profissionalizar as empresas do setor para que elas se tornem mais competitivas no mercado nacional e internacional”, afirma Edison Terra, vice-presidente da Braskem. Já para José Ricardo Roriz Coelho, presidente da ABIPLAST, a ferramenta irá beneficiar empresas que atuam em diversos segmentos. “São investimentos como esse que impactam positivamente o dia a dia da indústria de transformação”, conta.

 

Também durante a Feiplastic, os visitantes terão a oportunidade de conhecer a versão atualizada do programa “Custos e rentabilidade”, que já está disponível para as empresas do mercado de forma gratuita. Desenvolvida para companhias que ainda não possuem sistemas de alta performance, ela funciona como uma plataforma simples e auxilia os transformadores na gestão dos negócios. Nela é possível inserir informações importantes sobre a rotina da companhia e gerar relatórios que apontam para cenários futuros e real capacidade da empresa em atender as demandas dos seus clientes.

 

image

  

Serviço:

Feira Internacional do Plástico 2017 (Feiplastic)

Quando: 3 a 7 de abril, das 11h às 20h

Local: Expo Center Norte

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme

Informações sobre PICPlast: www.picplast.com.br

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

CHEM-TREND APRESENTA NA FEIPLASTIC PORTFÓLIO DE SOLUÇÕES INOVADORAS QUE REDUZEM CUSTOS E CONSUMO NA LINHA DE PRODUÇÃO

 

imageParticipando pela primeira vez como expositora individual, além do histórico de presença nas edições anteriores em parceria com outras empresas, a Chem-Trend, empresa do Grupo Freudenberg, apresenta na Feira Feiplastic 2017, os diferenciais das suas linhas de produtos para termoplásticos Lusin®, amplamente reconhecida pelo mercado, e UltrapurgeTM, adquirida no final de 2016. O evento ocorre de 3 a 7 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

 

Com o objetivo de consolidar as marcas e promover as soluções inovadoras e personalizadas que aumentam a eficiência operacional e a qualidade do produto final de seus clientes, a empresa traz um portfólio abrangente, que inclui agentes desmoldantes, agentes de purga, limpadores de molde, lubrificantes e protetivos de molde. O destaque fica por conta dos agentes de purga, que apresentam alta eficiência para todos os tipos de polímeros, aplicações e segmentos industriais. Como exemplo, nos processos de limpeza de extrusoras e máquinas de moldagem por injeção e em processamento por extrusão, sopro ou laminação.

 

Rodrigo Bombonatti, gerente de vendas da Chem-Trend, afirma: “queremos oferecer aos nossos clientes o que há de melhor para o setor de termoplásticos, e isso se torna possível com as linhas Lusin® e UltrapurgeTM, que auxiliam a reduzir custos entre 50% e 70% em algumas etapas dos processos produtivos, devido à diminuição do consumo de material e tempo de parada das máquinas”.

 

Para Ana Clara Cordeiro, diretora de Vendas da Chem-Trend no Brasil, “estar presente na Feiplastic é muito importante e estratégico para a empresa, por ser uma feira de grande credibilidade e abrangência para toda a indústria do plástico. Além de ser uma oportunidade única de mostrarmos soluções que garantem os melhores resultados nas linhas de produção dos nossos clientes”, finaliza.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

COMUNICADO À IMPRENSA

 

imageNa tarde desta quinta-feira, 30 de março, a Klabin Irmãos e Companhia (KIC) - controladora da Klabin S.A., indicou o executivo Cristiano Cardoso Teixeira como diretor-geral da empresa. A indicação será submetida para deliberação do Conselho de Administração da Klabin.

A escolha por um executivo interno reflete a gestão estruturada e integrada da companhia. A estratégia da empresa segue focada em excelência operacional, incremento nos resultados financeiros e alta performance dos negócios, reforçando a trajetória de sucesso de 118 anos da Klabin.

Cristiano ingressou na companhia em 2011 como Diretor de Supply Chain. Em 2015, assumiu o cargo de Diretor Executivo das Divisões de Papelão Ondulado, Sacos Industriais e Papéis Sack Kraft. No início deste ano, foi nomeado Diretor Executivo de Conversões e Comercial Papéis.

Aos 43 anos, o executivo possui mais de 20 anos de experiência, tendo atuado em diferentes segmentos da indústria, como Embalagens, Celulose & Papel, Florestal, Madeira Industrializada, Não Ferrosos, Cerâmico e Óleo & Gás. É graduado em Administração de Empresas, com MBA em Negócios Internacionais e Mestrado em Logística.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

BUTTER TOFFES INOVA E TRAZ O NOVO SABOR TRIPLO CHOCOLATE

 

A Butter Toffees traz novidades. O caramelo da Arcor do Brasil, empresa de alimentos das categorias de Chocolates, Guloseimas e Biscoitos do país, apresenta um novo sabor: Butter Toffees Triplo Chocolate. O lançamento possui duplo sabor na capa,  chocolate amargo e chocolate branco, e recheio cremoso de chocolate ao leite. 
Para o desenvolvimento do produto, a Arcor utilizou a tecnologia exclusiva de Butter Toffees, que mescla duas cores e dois sabores na capa do caramelo. Butter Toffees Triplo Chocolate chega aos pontos de venda em duas apresentações: pacotes de 600g e de 130g. A embalagem é assinada pela C-Borg e, além de trabalhar o conceito da marca, usa elementos gráficos que remetem aos três chocolates. A distribuição é nacional.

 

image

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

BRASKEM INAUGURA PLANTA DE UTEC® NOS ESTADOS UNIDOS

 

A Braskem, produtora de resinas termoplásticas das Américas, inaugurou nesse mês de março, sua nova planta de Polietileno de Ultra-Alto Peso Molecular (PEUAPM) em La Porte, no estado norte-americano do Texas. Comercializado sob a marca UTEC, o PEUAPM de alto desempenho da Braskem foi desenvolvido e produzido utilizando tecnologias proprietárias da empresa.

 

“Estamos felizes com a inauguração, que nos permitirá aumentar a nossa presença e compromisso em La Porte por meio de novas capacidades de produção do PEUAPM de última geração, o UTEC. O evento celebra o grande esforço da nossa equipe, não só em La Porte, mas em todo o mundo, para viabilizar o sucesso deste projeto. A nova planta de UTEC foi bem executada e concluída com sucesso sem registrar nenhum incidente de segurança. Esperamos expandir o negócio UTEC para atender melhor os nossos clientes e desenvolver para eles novas aplicações de alto valor”, destacou Christopher Gee, diretor Global de Negócios UTEC da Braskem.

 

As operações da planta de UTEC tiveram início em janeiro de 2017 após o bem-sucedido comissionamento da planta, seguido do início da produção de grades de produtos comerciais e amostras. A nova planta de UTEC permitirá à Braskem atender melhor os seus clientes na América do Norte e também na Europa e Ásia, por meio de exportações.

 

O polímero UTEC possui excelentes propriedades mecânicas, tais como elevada resistência à abrasão, resistência ao impacto e baixo coeficiente de atrito. Autolubrificante, o polímero possui alta resistência e baixo peso, além de ser usinável, com aplicação em produtos semiacabados.  A resina UTEC é oito vezes mais leve que o aço e dez vezes mais durável que o polietileno de alta densidade (PEAD). Suas diversas aplicações abrangem setores como automotivo e de transporte, eletroeletrônicos, fibras e têxteis, industrial e de maquinário pesado, manuseio de materiais, óleo e gás, dutos e mineração, plásticos porosos, recreação, além de aplicações para o consumidor final.

 

Para saber mais sobre o polímero UTEC, seus benefícios e aplicações, visite www.braskem.com/utec.

 

image

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

KLABIN LEVA PROJETO VÔLEI EM REDE PARA TELÊMACO BORBA E ORTIGUEIRA

Programa do Instituto Compartilhar, do técnico Bernardinho, beneficiará mais de 180 alunos de escolas públicas de Telêmaco Borba e Ortigueira, no Paraná


imageParaná, 27 de março de 2017 – A Klabin participou hoje da solenidade de inauguração de mais uma etapa do projeto Vôlei em Rede - Núcleos Paraná, em Telêmaco Borba, que contou com a presença do técnico de voleibol multicampeão e diretor-presidente do Instituto Compartilhar, Bernardinho. O programa tem como objetivo principal ensinar o voleibol de forma lúdica para crianças e adolescentes das redes públicas de ensino incluindo valores essenciais para a formação de cada um deles. Com isso, espera proporcionar uma experiência positiva com o esporte, estimular hábitos mais saudáveis e tornar mais ativa a vida destes jovens. A Klabin, que tem unidades industriais e áreas florestais nos dois municípios, está patrocinando o projeto.


Na região dos Campos Gerais, a iniciativa contará com dois novos núcleos, no Colégio Estadual Wolf Klabin, em Telêmaco Borba, e no Colégio Estadual Altair Mongruel, em Ortigueira, que atenderão cerca de 180 alunos (de 9 a 15 anos) a partir de abril. As aulas de vôlei serão realizadas nessas escolas e ministradas por professores da rede estadual treinados pela Metodologia Compartilhar de Iniciação ao Voleibol, que prioriza a transmissão de valores do esporte e não somente a formação de atletas. Além da aplicação da metodologia, o Instituto fornece todo o material técnico necessário.


"Estamos muito felizes por trazer esse projeto para os municípios de Telêmaco Borba e Ortigueira. Essa é mais uma iniciativa que reforça o compromisso da Klabin com o desenvolvimento social das regiões onde atua dentro de nossa política de sustentabilidade. O desenvolvimento da prática esportiva na infância e juventude traz benefícios para toda a vida, ainda mais quando essas atividades permitem trabalhar conceitos de cooperação, respeito, responsabilidade, disciplina e autonomia, como a metodologia desenvolvida pelo Bernardinho para este projeto", ressalta o diretor de Tecnologia e Unidade de Celulose da Klabin, Francisco Razzolini.


O evento de inauguração contou com a presença do técnico e diretor-presidente do Instituto Compartilhar, Bernardinho; do diretor de Tecnologia e Unidade de Celulose da Klabin, Francisco Razzolini; da secretária estadual de Educação do Paraná, Ana Seres; do chefe do Departamento de Educação Básica da secretaria de Estado da Educação, Cassiano Ogliari; do prefeito de Telêmaco Borba, Marcio Artur de Matos; do chefe do núcleo regional de Educação de Telêmaco Borba, Sueli Aparecida Martins; da diretora do Colégio Estadual Wolff Klabin, em Telêmaco Borba, Irene Bilik; e da diretora do Colégio Estadual Altair Mongruel, em Ortigueira, Cirlene da Aparecida dos Santos Vargas Martins; entre outras autoridades presentes. A solenidade contou também com as presenças de duas ex-atletas, Ana Maria Volpone e Gisele Miró, madrinhas dos núcleos Paraná do Instituto Compartilhar.

 

O Vôlei em Rede - Núcleos Paraná, foi criado em 1997 pelo técnico Bernardinho em uma parceria com o Governo do Estado do Paraná através das Secretarias da Educação e do Esporte e do Turismo. A experiência bem-sucedida na época deu origem ao Instituto Compartilhar, que atualmente beneficia 3,7 mil crianças e adolescentes dos Estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo. Além da Klabin, são parceiros do projeto a Unilever e a Sanepar, todas via Lei Federal de Incentivo ao Esporte.

 

image

 

Sobre a Klabin

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, é líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em quatro unidades de negócios: Florestal, Celulose (fibra curta, fibra longa e fluff), Papéis (papel cartão, papel kraft e reciclados) e Embalagens (papelão ondulado e sacos industriais).

 

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais: www.klabin.com.br

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

ABIMAPI REGISTRA CRESCIMENTO DE 4,3% DO SETOR EM 2016

A Associação Brasileira das Indústrias Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos industrializados (ABIMAPI), em parceria com a consultoria Nielsen, divulga os dados referentes ao desempenho do setor em 2016. Juntas, as três categorias representadas pela entidade movimentaram um total de R$ 36,862 bilhões, crescimento de 4,3% em relação a 2015.
“O maior faturamento registrado se deu em função dos repasses parciais que a indústria precisou fazer aos varejistas, em consequência do aumento do custo de produção [devido principalmente às elevações das tarifas de energia, combustível e mão de obra]. Ainda assim, o resultado final com o reajuste se mostrou abaixo da inflação oficial de 6,29%”, explica Claudio Zanão, presidente-executivo da ABIMAPI.
Em volume o setor registrou leve queda de 2,8%, com cerca de 3,4 milhões de toneladas vendidas, assim como no consumo per capita, que recuou de 17 kg/ano para 16,5 kg/ano.

Biscoito
O faturamento das indústrias de biscoitos cresceu 3,9%, atingindo a marca dos R$ 21,853 bilhões em 2016. Assim como o setor num todo, esta categoria mostrou diminuição de 2,7% do volume de vendas – com aproximadamente 1,7 milhão de toneladas – e retração também do consumo per capita, com 8,2kg/ano.
“Os dados refletem o comportamento do consumidor que, diante da crise econômica enfrentada no País, diminuiu sua frequência de compras, mas não retirou da cesta os produtos básicos para o dia a dia, como as rosquinhas e os biscoitos maria/maisena”, explica Zanão. Esses tipos, inclusive, são os principais impulsionadores para o crescimento da categoria e registraram aumento de 7,5% e 1,5% em volume de vendas, e 14,5% e 11% em faturamento, respectivamente. Os recheados, que perderam força em comparação ao mesmo período anterior, representaram 25% de mercado no segmento em 2016.

Massas Alimentícias
O mercado de massas alimentícias atingiu R$ 8,744 bilhões em faturamento, registrando aumento de 5,6% frente ao ano antecedente. Diferentemente de 2014 e 2015, quando as massas frescas e instantâneas, respectivamente, apresentaram maior crescimento, desta vez as secas (que representam 81,4% do total consumido) puxaram o crescimento, com receita de R$ 5,453 bilhões, seguidas das instantâneas (15% do setor), com R$ 2,627 bilhões. As massas frescas (3,6% do setor) movimentaram R$ 663 milhões.
Já a produção nacional registrou queda de 2% em 2016, com 1,24 milhão de toneladas, contra o volume anterior de 1,26 milhão de toneladas. O consumo per capita alcançado foi 6,02 kg/ano, 2,7% menor do que 2015.
“Ainda diante do cenário econômico vivido no Brasil nos últimos dois anos, estes são números positivos. O impacto da crise foi baixo na categoria de massas, visto que o macarrão é um produto barato e de alto rendimento”, conclui o presidente da associação.

Pães e bolos industrializados
Os resultados atingidos pelos fabricantes de pães & bolos industrializados em 2016 foi bem parecido com as demais categorias.
Os chamados “pães de forma” expandiram 4,5% do faturamento em relação a 2015, atingindo R$ 5,414 bilhões. No total, foram 440,7 mil toneladas de produtos vendidos, retração de 4,9% na comparação com o fechamento anterior, reflexo da diminuição de 6% do consumo per capita, de 2,15 kg/ano.
Em relação aos bolos industrializados, o segmento apresentou faturamento igual ao do ano antecedente, R$ 851 milhões. O volume total de vendas diminuiu cerca de 9%, atingindo 33,7 mil toneladas, com per capita de 0,16 kg/ano – valor 10% menor do que o referente a 2015.
Com penetração de 76% nos lares brasileiros, os fabricantes de pães ainda tem muito espaço para crescer. O mesmo acontece com as indústrias de bolos industrializados, que estão presentes em 50% das residências e é um mercado em formação. De acordo com Claudio Zanão, o potencial para ambas as categorias é crescente e dois fatores são primordiais e continuarão como forte tendência nos próximos anos: inovação e saudabilidade.
O setor tem percebido a importância da segmentação e cada vez mais oferece produtos destinados aos consumidores com perfis específicos. “Recentemente foi lançado um pão de forma em porções reduzidas, que vem atender famílias menores ou pessoas que moram sozinhas e querem evitar o desperdício. Este é um movimento já observado no segmento de bolos, que tem forte demanda pelas monoporções, por exemplo”, finaliza o executivo.

As estatísticas e muitas outras informações se encontram no Anuário ABIMAPI 2017/2018, uma completa radiografia dos três segmentos representados pela entidade, disponível para download em www.abimapi.com.br

 

image


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

ÁGUA DE COCO OBRIGADO LANÇA EMBALAGENS DO FILME MOANA - UM MAR DE AVENTURAS

 

Obrigado foi escolhida para traduzir o estilo de vida da aventureira Moana Waialiki, a protagonista do filme da Disney, uma corajosa jovem que vive em uma tribo na Oceania. A marca, que produz uma água de coco integral, 100% pura, sem adição de açúcar e com o teor de sódio igual da fruta, licenciará o filme traduzindo sua sintonia com a história da personagem e o cenário em que ela vive.

Em contato com a natureza, Moana tem uma vida saudável, verdadeira e os elementos naturais como a água de coco, fazem parte dos seus dias, dialogando com a identidade da Obrigado, que traz em seu portfólio também sucos especiais como jabuticaba, pera com abacaxi, capim santo e gengibre e detox, todos com água de coco.

A história de Moana conta a jornada de uma personagem que decide partir em busca de seus ancestrais, em uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Sua viagem começa em mar aberto, onde enfrenta muitos desafios e histórias misteriosas.

As novas embalagens, em homenagem ao filme, chegarão em todos os pontos de venda do país no mês de abril, como autosserviço, varejo, atacado e food service, mantendo o mesmo valor das embalagens originais.


image

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PARA PETISCAR: TRIUNFO LANÇA SALPET APERITIVO

 Triunfo, marca do portfólio da Arcor do Brasil, apresenta a novidade: Salpet Aperitivo. Assado e crocante, o novo snack vem em três sabores:  Cheddar e Bacon, Picanha com Alho e Pizza Pepperoni. Redondinho e em tamanho menor que o biscoito tradicional, Salpet Aperitivo vem em embalagem de 70g.

O desenvolvimento da embalagem ficou por conta da Agência Team Creatif, que buscou trabalhar com elementos ligados ao conceito de bar, como a imagem da mesa de madeira e o lettering “aperitivo assado e crocante” escrito em no estilo de uma lousa tradicional.

image

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CARREFOUR ADOTA EMBALAGEM COMBIBLOC ECOPLUS NA ESPANHA

A rede de varejo foi atraída pela embalagem cartonada, com CO2 reduzido, da SIG Combibloc

 

Março 2017. O Carrefour, uma das maiores redes de varejo da Europa, está oferecendo três diferentes tipos de leite UHT na embalagem cartonada asséptica combibloc EcoPlus, de 1.000 ml, na Espanha. A estrutura EcoPlus, criada pela SIG Combibloc, gera menos CO2 quando comparada a uma embalagem cartonada de 1 litro convencional, do mesmo formato.

 

A economia de CO2 de até 28% (dependendo da solução de abertura), garantida pela combibloc EcoPlus, é possível graças à composição do material: o principal componente (80% da embalagem) é um cartão não processado, proveniente de um biomaterial de fonte renovável, a madeira certificada pelo FSCTM , que garante a estabilidade da embalagem. Uma fina camada de poliamida funciona como barreira contra a perda de sabor do produto e absorção de odores externos. Há ainda finas camadas de PE (polietileno), dentro e fora da estrutura. A camada interna forma uma barreira a líquido; a externa protege o produto contra umidade. O benefício ambiental da combibloc EcoPlus, baseado no ciclo de vida do cartão, da produção da matéria-prima à produção da embalagem, foi confirmado a partir de uma análise de ciclo de vida feita por um órgão independente.

 

Xavier Appy, Diretor de Otimização de Produto do Carrefour, explica: “Pensar em sustentabilidade e, ainda mais importante, agir de forma sustentável, é uma parte fundamental dos princípios de nossa corporação. Criamos uma série de iniciativas com este propósito, o de tornar o consumo responsável e sustentável acessível para nossos consumidores. Os aspectos mais importantes são: eliminação de embalagem desnecessária, redução de matérias-primas, otimização dos tamanhos de embalagem e da logística e aumento do uso de materiais reciclados e recicláveis. Neste contexto, o projeto de mais de 350 produtos foi otimizado apenas no ano passado. O lançamento da embalagem cartonada combibloc EcoPlus, com redução de CO2, é um bom exemplo. Estamos certos que em relação ao meio ambiente, ao nosso desempenho e ao desempenho do consumidor, fizemos a escolha certa”.

O Carrefour está comprometido com o meio ambiente e com a inovação. A empresa trabalha políticas nas áreas de proteção ambiental, qualidade, prevenção, saúde, segurança alimentar e segurança do produto. Os pilares da CSR (Responsabilidade Social Corporativa) são três: promover a proteção da biodiversidade, trabalhar com os parceiros de negócio e evoluir junto e lutar contra qualquer forma de desperdício. Neste último item residem alguns dos pilares estratégicos mais importantes: evitar embalagens desnecessárias, reduzir a matéria-prima das embalagens e o material de embalagem, otimizar o tamanho da embalagem, usar menos veículos para o transporte e promover o uso de materiais sustentáveis, reciclados e recicláveis.

 

Ana Ruiz del Arbol, Gerente de Marketing da SIG Combibloc Espanha, completa: “Com o lançamento do leite UHT em combibloc EcoPlus, o Carrefour está dando um passo importante em relação ao meio ambiente e está liderando este processo no mercado espanhol como uma empresa que age de forma sustentável e responsável”. As versões de leite Integral, Semi Desnatado e com Baixa Gordura serão vendidas sob a marca própria Carrefour. Os produtos são envasados pela Leche Celta, uma das líderes na Espanha em produtos lácteos de alta qualidade. A empresa pertende ao Grupo Lactogal.

 

Sobre a SIG Combibloc

A SIG Combibloc (código de licença de marca FSCTM: FSCTM C020428) é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2016, a empresa faturou € 1,724 bilhão, com mais de 5 mil colaboradores.

 

image

Uma das maiores redes de varejo da Europa, o Carrefour adotou a embalagem cartonada combibloc EcoPlus de 1 L para três tipos diferentes de leite UHT na Espanha.

 

Crédito foto: SIG Combibloc

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CAMPANHA DA TETRA PAK CONSCIENTIZA CONSUMIDORES SOBRE O FUTURO DO PLANETA

Crianças são protagonistas em vídeo sobre a importância da escolha de embalagens sustentáveis

 

imageSão Paulo, 14 de março de 2017 - A Tetra Pak lança a campanha “Tô de Olho” com o objetivo de conscientizar os consumidores sobre o impacto que suas escolhas têm no meio ambiente. Protagonizados por crianças, os vídeos mostram como elas estão atentas para que os adultos assumam uma atitude responsável no momento da compra.

De acordo com Vivian Leite, Diretora de Marketing da Tetra Pak, apesar de ser uma empresa B2B, a decisão de falar diretamente com o consumidor veio da necessidade de informá-lo sobre o diferencial das embalagens, que são produzidas com materiais de fontes renováveis e 100% recicláveis.  “Abraçamos esse desafio de conscientizar a sociedade sobre a escolha da embalagem e optamos por uma comunicação leve e divertida, bem próxima da realidade”, afirma.

Reconhecida por promover iniciativas sustentáveis e educação ambiental, a Tetra Pak acredita que a campanha irá despertar no público o sentimento de responsabilidade individual pelo planeta. “Este é um tema muito importante, que deve ser tratado permanentemente. Precisamos estar atentos aos nossos hábitos para preservarmos o futuro das próximas gerações”, afirma Valéria Michel, Diretora de Meio Ambiente da Tetra Pak.

Com a performance ambiental no centro da estratégia global, desde 2008 as embalagens da Tetra Pak são certificadas pelo FSC® (Forest Stewardship Council®). Isso significa que é possível rastrear o caminho do papel desde a embalagem até a floresta que o originou e comprovar que ela foi manejada de forma responsável, respeitando padrões ambientais, sociais e econômicos pré-estabelecidos. Além disso, a embalagem também é produzida com polietileno feito a partir da cana-de-açúcar, reduzindo a emissão de gases de efeito estufa.

As embalagens também são 100% recicláveis e transformadas em placas de papelão, telhas, canetas e até em móveis.

Campanha
Voltada ao ambiente digital, a campanha foi criada pela Heads Propaganda e contará com um hotsite cuidedomeufuturo.com.br, além de peças e filmes que serão divulgados nas mídias sociais - Facebook e YouTube. Nas gôndolas, um QR Code na lateral das embalagens direciona o consumidor para a plataforma da campanha, permitindo que ele tenha acesso as informações completas. 

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

NOVA EMBALAGEM DA ADVIL DESTACA BENEFÍCIOS DO PRODUTO

 

imageAdvil, o analgésico que possui tecnologia da cápsula líquida, apresenta sua nova embalagem. O novo layout moderniza o visual e destaca as indicações do produto - alívio das dores de cabeça, nas costas e musculares – informações que também ganharam mais importância. A indicação do número de cápsulas por embalagem ficou mais em evidência e facilita a escolha do consumidor. A novidade já está nas farmácias desde fevereiro.

“A nova embalagem atualiza o layout e transmite com mais clareza o conceito de tecnologia, diferencial de Advil”, ressalta Cristina Viana da Fonseca, diretora de Marketing da Pfizer Consumer Healthcare. A estratégia de modernizar a embalagem é uma iniciativa global e o Brasil é o terceiro país a implementar a mudança, após México e Colômbia.

Advil, que alivia dores de cabeça, nas costas e musculares a partir de 10 minutos, agora terá seus atributos mais facilmente identificados pelo consumidor no ponto de venda.

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

COPOBRAS LANÇA APLICATIVO

 

imageSeguindo a tendência do mercado, a Copobras mais uma vez mostra o seu pioneirismo no mundo dos descartáveis. Com o objetivo de facilitar o acesso às informações institucionais e comerciais, a empresa lança o seu aplicativo.

 

Clóvis Cortesia, Diretor Comercial do Grupo Copobras, explica que o aplicativo foi idealizado com o intuito de auxiliar os representantes e clientes. "É possível ter a Copobras nas mãos com o aplicativo. Reunimos todas as informações necessárias para auxiliar nossa equipe de vendas e também para orientar nossos clientes. Basta apenas um clique", pontua. "Vale ressaltar também que somos a primeira empresa de descartáveis do Brasil a lançar um aplicativo", completa.

 

Larissa Schlickmann, responsável pelo setor de Marketing da Empresa,  ainda  detalha que o aplicativo foi elaborado por meio de um método que otimiza o armazenamento smartphone ou tablet do usuário. "Todo o conteúdo não é baixado para o aparelho, ou seja, não é um aplicativo pesado, que consome muito espaço do celular o tablet. Basta ter acesso a internet e nosso conteúdo fica disponível", esclarece.

 

O aplicativo Copobras reúne informações sobre os produtos, representantes, acesso a vídeos, notícias sobre a empresa e informações sobre as matérias-primas utilizadas na fabricação dos produtos, além de também interagir com os usuários por meio de uma aba de recados. "A interação com o público é sempre muito enriquecedor no mundo corporativo. Precisamos ouvir e sentir o nosso consumidor", ressalta Larissa, informando ainda que ele está disponível para download no Google Play e na App Store. 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

image

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

image

 

O papel dos adesivos para embalagens na segurança dos alimentos tem merecido destaque crescente por um duplo motivo: de um lado, legislações e normas mais exigentes, de outro, avanços tecnológicos que evitam contaminações, reduzem custos e aumentam a produtividade.

A Henkel é lider mundial em adesivos industriais e apresenta com exclusividade para você um Webinar sobre os mais recentes avanços para segurança dos alimentos em embalagens. Conheça porque as aminas aromáticas primárias têm um papel importante dentro do contexto da segurança dos alimentos.

Abordadas por um dos principais especialistas técnicos da Henkel.

Para assistir gratuitamente, como convidado da Henkel, você só precisa confirmar na sua agenda no dia: 15 de Março. O horário será das 11:00 às 12:00 horas.
Clique aqui para se inscrever.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

GRINGS ALIMENTOS SAUDÁVEIS PREVÊ CRESCIMENTO NOS PRÓXIMOS ANOS

Crescendo numa faixa de 30% nos últimos 5 anos, empresa aumentará portfólio para mais de 100 itens nos próximos dois anos

 

A Grings Alimentos Saudáveis é uma empresa familiar, fundada na década de 90, no interior do estado de São Paulo, divisa com Minas Gerais.  O pequeno terreno de 2.500 m² sempre serviu de palco para os projetos do patriarca, Almiro Grings. Na fazenda da família Grings, ao pé da Serra da Mantiqueira, em São Paulo, Dona Edite já sabia que alimentação saudável era sinônimo de qualidade de vida. O início foi informal, ela fazia pão integral, arroz integral, granola e outros produtos saudáveis, enquanto Almiro dedicava-se à extração do mel em paralelo ao seu trabalho como funcionário público.

 

Em 1998, depois da aposentadoria de Almiro, a família decidiu expandir e formalizar o negócio. Aproveitaram parte do pequeno galpão que era utilizado pelo pai para manipular produtos apícolas. Passaram, então, a produzir granola e a embalar produtos naturais como arroz integral e aveia em flocos com a marca Grings. Antes mesmo do consumo de produtos orgânicos ou mais saudáveis virarem uma tendência no Brasil.

 

Em 2007, os sócios, todos da família, já sabiam que era necessário fazer a empresa expandir. “Em 2010, demos um grande salto para a Grings: nós pleiteamos uma área no distrito industrial de São João da Boa Vista (município vizinho a Águas da Prata), tivemos êxito e lá construímos nossa planta, que tem 2.400 m² e foi implantada em 2012”, diz o diretor.

 

A matéria-prima, vinda a partir de fornecedores de vários estados brasileiros e de fora do Brasil, é cuidadosamente inspecionada e selecionada, transformando-se em mais de 80 opções de produtos. Um dos mais vendidos é a granola Cerealle, originalmente elaborada no pequeno forno da residência Grings em meados da década de 80, além do Matchá que chegou no Brasil pela Grings.

 

Cristiano Grings afirma que a empresa vem crescendo numa faixa de 30% nos últimos 5 anos, e tem o objetivo de aumentar para mais de 100 itens o portfólio nos próximos dois anos. Atualmente a Grings mantém no mercado cerca de 80 itens, e a produção total da companhia gira em torno de 80 toneladas por mês. Para dar conta da fabricação, a empresa conta com 38 funcionários.

 

A Grings está presente em 16 estados e, através de seus distribuidores, atende diversas redes de supermercados e lojas de produtos naturais, parcerias com e-commerce e serviço de televendas. A visão da marca é levar ao mundo essa experiência boa e agradável da família, na tradição de consumo e produção de alimentos saudáveis, e difundir cada vez mais que o que é prático também pode e deve ser saboroso.

 

Sobre a Grings Alimentos Saudáveis

Fundada em abril de 1995, a Grings Alimentos Saudáveis vem crescendo junto com a procura da população por uma alimentação mais adequada, por meio de produtos de alta qualidade, elaborados cuidadosamente com as melhores matérias-primas do mercado.

A Grings tem como proposta tornar-se referência no que diz respeito a alimentos naturais e funcionais e, para isso, está atenta ao mercado, sempre trazendo novidades no que se refere à alimentação saudável. Além disso, tem como conceito oferecer produtos saborosos, práticos e de rápido preparo.

http://www.grings.com.br/

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

HP ANUNCIA O LANÇAMENTO DE SUA PRIMEIRA IMPRESSORA COM TANQUE DE TINTAS

HP traz para o Brasil a multifuncional mais esperada: a linha HP Deskjet GT

 

imageSão Paulo, 06 de março de 2017 - A HP Inc. (HPQ) anunciou hoje no Brasil sua primeira impressora com tanque de tintas, a nova série HP DeskJet GT 5822, destinada para pequenas empresas e pessoas com necessidade de alto volume de impressão. O tanque de tintas da HP tem sido um dos produtos mais esperados da marca, que tem como diferencial sua alta conectividade, fácil manuseio, rápida instalação, além de ser livre de sujeira e estresse. Seus frascos de tinta contém uma tampa com sistema anti-vazamento que evita qualquer sujeira na hora da recarga.

 

"A Deskjet GT chega para oferecer às pequenas empresas que buscam uma impressora fácil de utilizar uma tecnologia que reduz muito o custo de impressão por página, com alta qualidade de impressão e conectividade que só a HP oferece”, afirma Marcelo Bonassi, Head of Home Printing Solutions da HP Brasil. “O planejamento financeiro e o uso de tecnologias adequadas que garantem economia de recursos e produtividade são essenciais para o sucesso de uma empresa”, completa Tales Andreassi, vice-diretor e coordenador do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV-EAESP.

 

A série HP DeskJet GT imprime até 8 mil páginas com um conjunto de três frascos de cores HP ou até 5 mil páginas com um frasco de tinta preta da HP1. A linha de tanque de tintas da HP chega ao mercado para que os empresários tenham mais rendimento e qualidade ao imprimirem brochuras, textos nítidos e fotos que resistem à água e ao desbotamento que duram por décadas.

 

O reabastecimento de tinta é feito de forma limpa e fácil com o inovador sistema de recarga HP sem vazamentos. Ou seja. os frascos possuem um sistema que libera a tinta somente quando encaixada em uma entrada no tanque de tintas. Além disso, é possível checar o nível de tinta, pois o tanque possui um revestimento transparente. A impressora é configurada automaticamente após a recarga, podendo ser usada imediatamente, sem necessidade de espera de configuração.

 

A impressora HP DeskJet GT 5822 All-in-One foi pensada para o ambiente conectado das empresas de hoje em dia e no comportamento de seus usuários. Mesmo sem uma rede sem fio, o Wi-Fi direto permite que os usuários conectem a impressora diretamente ao dispositivo móvel no escritório2. Com o aplicativo HP All-in-One Printer Remote, os usuários podem enviar rapidamente um documento digitalizado para seu e-mail ou armazenar em nuvem por meio de seu dispositivo móvel3. Além disso, é possível imprimir por meio de vários dispositivos, como iPhone® e iPad® usando o AirPrint™, smartphones e tablets com os sistemas operacionais Android™, Windows® 8, Windows® 10 e Google™ Chrome™.

 

Outra inovação da HP Deskjet 5822 é seu desenho e processo de fabricação voltados à economia circular6. A impressora tem consumo eficiente de energia  e foi projetada para reduzir a geração de resíduos7. Este produto contém plástico reciclado de outros produtos HP em fim de vida útil, devolvidos por meio do programa de reciclagem HP Planet Partners. HP Planet Partners possibilita reciclagem fácil e conveniente.

 

Mais informações sobre a nova série HP DeskJet GT 5822 All-in-One estão disponíveis em hp.com.br/tanquedetinta.

 

image

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PESQUISA INDICA QUE CONSUMIDOR NOS EUA QUER EMBALAGENS TRANSPARENTES E ALIMENTOS SAUDÁVEIS

imageNão é de hoje que a preferência por alimentos mais saudáveis entrou na rotina de boa parte das famílias ou mesmo das pessoas que passam grande parte do tempo fora de casa. Dessa forma, alimentos frescos e de boa aparência acabam sendo as escolhas indicadas para quem busca uma vida com mais saúde. A Milliken, empresa global de especialidades químicas, realizou uma pesquisa nos EUA em conjunto com instituto de pesquisa especializado em hábitos de consumo, ouvindo consumidores, entre 25 e 64 anos, de refeições prontas e pré-preparadas. A pesquisa de caráter qualitativo constatou que os norte-americanos, homens e mulheres, estão exigindo que as embalagens sejam transparentes e em condições para serem aquecidas, reaquecidas ou levadas ao micro-ondas.

Embalagens transparentes permitem que o consumidor possa verificar ainda nas gôndolas dos supermercados ou das lojas de conveniência o aspecto geral dos ingredientes das refeições prontas ou semi-prontas. Segundo a pesquisa, há ainda uma “necessidade emergente” demonstrada pelos pesquisados de que essa alimentação seja “conveniente”, “rápida” e “saudável”. Isso importa diretamente na qualidade e segurança da embalagem, pois terá de resistir pelos caminhos percorridos entre o freezer, a sacola (para a casa ou para o trabalho) e o fogão (ou micro-ondas).

 Para a Milliken, essas informações são de fundamental importância porque fabrica um dos mais inovadores itens para a indústria da embalagem: o clarificante concentrado NX UltraClear®. “Esse produto é capaz de superar o tradicional aspecto translúcido dos materiais plásticos confeccionados em polipropileno (PP) em embalagens termoformadas (moldadas em altas temperaturas), criando uma transparência similar àquela do polietileno tereftalato (PET) e do poliestireno (PS), mas com benefícios ambientais e de desempenho do material. O PP consome menos energia durante sua produção, produz menor volume de resíduos e tem alta resistência ao calor, por exemplo”, esclarece Edmar Nogueira, gerente técnico da Milliken.

 Além disso, o PP processado com o NXUltraClear é adequado para o uso em forno micro-ondas, acondicionamento de comidas quentes, tem em média 18% a menos de peso em relação a outros materiais, é de fácil vedação e apresenta grande resistência.

Os dados levantados pela pesquisa indicam que compradores eram “significativamente mais propensos” (65% dos pesquisados) a escolher a embalagem transparente em comparação a uma opaca (35%) durante a experiência de compra. Mais do que isso, 61% estariam dispostos a pagarem até quinze centavos de dólar a mais por uma embalagem transparente e 59% desembolsariam o mesmo valor por recipientes para micro-ondas.

No Brasil, pesquisa nacional elaborada pela Fiesp/Ibope Inteligência sobre o perfil do consumo de alimentos no Brasil (tendência até 2020) indica que o público brasileiro tem hoje uma forte aderência às tendências de consumo de alimentos encontradas em outros países do mundo. Duas dessas tendências são muito semelhantes à da pesquisa da Milliken: os consumidores brasileiros de alimentação preferem “conveniência e praticidade” (34% dos pesquisados) e “confiabilidade e qualidade” (23% dos pesquisados).

De um modo geral, no Brasil, o número de pessoas que fazem refeições fora de casa tem aumentado nos últimos anos. No balanço econômico relativo ao ano de 2016, a ABIA (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação) divulgou que o chamado setor de food service no período 2006-2016 teve um crescimento médio de 14% ao ano. Em 2016, o faturamento desse segmento na indústria de alimentação foi de R$ 154 bilhões, com crescimento de 7,1% em comparação com 2015.
Com base nessas tendências, o NX Ultraclear chegou ao mercado para atender essas necessidades apontadas pelos consumidores, investindo em tecnologia para melhorar cada vez mais a qualidade e atratividade das embalagens plásticas e atendendo aos requisitos necessários para garantir saúde, segurança, conveniência e sustentabilidade.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

REGGIANI NEXT E SOFTWARES DE PRODUTIVIDADE SÃO DESTAQUES DA EFI NA FESPA BRASIL/EXPOPRINT DIGITAL 2017

imageSão Paulo, Brasil - março de 2017 – Entre os dias 15 e 18 de março, a EFI™, líder mundial de inovação e tecnologia para impressão digital, estará no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo, para apresentar as últimas novidades do portfólio na linha EFI Reggiani, voltada ao mercado têxtil, e as soluções Fiery, DirectSmile e Digital StoreFront®, desenvolvidas para otimizar a produção e impulsionar o crescimento dos clientes.

No estande da EFI, número 531, a multinacional fará demonstrações ao vivo da EFI Reggiani NEXT, voltada para impressão em tecidos e papel com forte presença nos segmentos de moda e decoração. O equipamento conquistou o mercado internacional como a primeira máquina de entrada industrial sem esteira, que suporta impressão digital em substratos de até 1,80m de largura, utilizando tintas ecológicas à base de água.

Com alta qualidade de impressão e velocidade avançada, a EFI Reggiani NEXT garante a economia produtiva e é de fácil manuseio. Durante a feira, os visitantes poderão assistir a máquina em operação, com impressões que utilizam tintas de sublimação, em papel de transferência para vestuário esportivo, aplicações para moda e sinalização.

ANÚNCIO GLOBAL 
Reforçando o lançamento mundial da Ricoh do pacote vertical de soluções para o segmento de Artes Gráficas, em parceria com a EFI, estarão em exposição durante a  FESPA Brasil/Expoprint Digital as estações dos produtos DirectSmile, software para marketing de Cross Media, e do Digital StoreFront®, uma solução de eCommerce para Web-to-Print, além da premiada linha EFI Fiery.

Voltado para criação, automação e integração de campanhas e aplicações, o DirectSmile é uma arrojada solução de software para impressão orientada por dados, e-mail, SMS, mídias sociais, mídias móveis e personalização de imagens. Elaborado para aumentar a exposição dos produtos e impulsionar as vendas, o Digital StoreFront® ganhou reconhecimento por ser a solução mais robusta do mercado.

 

FESPA BRASIL/EXPOPRINT DIGITAL
Realizada pela FESPA e pela Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Indústria Gráfica (Afeigraf), a FESPA Brasil/Expoprint Digital acontece anualmente em São Paulo, trazendo os principais avanços do mercado de impressão digital em variados segmentos. Os visitantes podem conhecer soluções para grandes formatos, sinalização, estamparia digital, comunicação visual e muito mais.

EFI na FESPA Brasil/Expoprint Digital
Estandes:
ü Linha EFI Reggiani – Estande nº 531
ü Estações de DirectSmile e Digital StoreFront – Estande Ricoh n° 339
Data: De 15 a 18 de março de 2017
Horário: Quarta a Sexta, das 13h às 20h / Sábado, das 10h às 17h 
Local: Expo Center Norte - Pavilhão Azul
R. José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme / São Paulo - SP

Sobre a EFI

A EFI™ é uma empresa de tecnologia, líder mundial na transformação da imagem analógica para digital. Com sede no Vale do Silício, a empresa oferece soluções que aumentam a competitividade e incentivam a produtividade dos clientes. São equipamentos inovadores para impressão digital no mercado de sinalização, embalagens, tecidos, azulejos de cerâmica, com uma ampla variedade de tintas, front-ends digitais, além do conjunto de fluxo de trabalho empresarial e de produção que transforma e simplifica os processos. A partir do escritório na cidade de São Paulo, Brasil, a empresa tem forte presença na América Latina, com aproximadamente 100 colaboradores, disponibilizando serviços e suporte técnico para todos as linhas de produtos. www.efi.com

 

image

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TETRA PAK ANUNCIA AQUISIÇÃO DE FABRICANTE DE EQUIPAMENTOS PARA QUEIJO MUÇARELA

imageSão Paulo, 2 de março de 2017 – A Tetra Pak anunciou a compra da Johnson Industries International, empresa especializada no design, desenvolvimento e fabricação de equipamentos para produção de queijo muçarela. A companhia também fabrica uma grande variedade de máquinas para cortes, trituração e salga do produto. A aquisição amplia o extenso portfólio da Tetra Pak de tecnologias para produção de queijo e reforça sua posição como um dos líderes mundiais em soluções para essa indústria.

Com sede em Wisconsin, nos Estados Unidos, a Johnson Industries International é um dos principais fornecedores do segmento na América do Norte, com produtos de alta qualidade e grande volume de comercialização.

Segundo Monica Gimre, Vice-Presidente Executiva da área de Processing da Tetra Pak, a parceria acrescenta expertise e tecnologias essenciais ao mercado de queijos, cada vez mais importante nos negócios da empresa. “Muitos de nossos clientes estão expandindo sua atuação nessa categoria. Graças a essa aquisição, poderemos garantir a eles o acesso a equipamentos e soluções completas, ajudando a reduzir a complexidade do gerenciamento de suas plantas”, afirma Monica.

Para Grant Nesheim, Presidente da Johnson Industries International, a transação possibilitará que as inovações da empresa contem com os recursos e a experiência internacional da Tetra Pak. “Em longo prazo, será muito benéfico para os nossos clientes, que continuarão recebendo produtos líderes de mercado, mas agora com um suporte adicional. Nos últimos anos, temos ampliado nossa presença em diversas partes do mundo e hoje enxergamos mais uma oportunidade interessante de atingir novos crescimentos, por meio dos canais da Tetra Pak”, completa Grant. 

A Johnson Industries International permanecerá em sua localização atual e com foco no seu core business.

 

image

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

SCHOTT BRASIL INVESTE R$ 1 MILHÃO EM CERTIFICAÇÃO DE SUA ÁREA DE EMBALAGENS

imageA SCHOTT Brasil, empresa alemã que fabrica embalagens para medicamentos parenterais para indústria farmacêutica, anuncia investimento de R$ 1 milhão na certificação da área de embalagem final de seus produtos, garantindo ainda mais a qualidade de 1 bilhão de frascos, ampolas e carpules produzidos anualmente no país.
A empresa já possuía o sistema HVAC (Heating, Ventilating and Air Conditioning) nos moldes da indústria farmacêutica, desde o início de suas operações em Itupeva, em 2001, e, voluntariamente, investiu na certificação de sua área limpa, de modo a fazer com que a unidade brasileira esteja alinhada com padrões de qualidade internacionais da organização e acompanhar a crescente exigência do mercado farmacêutico mundial. Além disso, parte do investimento realizado foi para a instalação de um sistema de monitoramento e controle automáticos do HVAC com a função de monitorar em tempo real a condição dos filtros e das temperaturas.
“Acreditamos que o investimento representa um passo importante no sentido de oferecer mais qualidade e maior segurança aos nossos clientes e reforça o compromisso global da SCHOTT de oferecer os mais altos padrões de qualidade, mesmo quando não há exigência da legislação local, como é o caso da certificação de áreas para fabricantes de embalagens primárias farmacêuticas“, explica Filipe Merli, gerente de qualidade da SCHOTT para a América do Sul.
A SCHOTT Brasil aumentou a capacidade do sistema HVAC, ampliando a capacidade da central de água gelada em 10% e em mais de 100% no fancoil da área de embalagem de frascos. Com isso, a SCHOTT Brasil obtém o certificado ISO 14644, Classe 8, atestando que a companhia respeita os limites de concentração de partículas, dispostos na norma, aumentando a segurança de seus produtos com relação ao risco de contaminação.
Para o diretor comercial da SCHOTT para a América do Sul, Quineo Marques, a certificação da área de embalagem final dos produtos demonstra que a nossa visão é voltada, principalmente, às necessidades de nossos clientes, independentemente de obrigações legais vigentes.
“Apostamos na qualidade e na segurança de nossos produtos, a fim de oferecer o melhor serviço possível aos nossos clientes. A SCHOTT sempre confiou e apostou no potencial do mercado brasileiro, buscando investir nas demandas deste mercado tão exigente”, finaliza.

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

SETOR PLÁSTICO EXIGE REFORMA TRIBUTÁRIA NO PAÍS

image

A ADIRPLAST (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins) marcou presença em evento promovido pela ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) para debater as propostas do Centro de Cidadania Fiscal. Criado para debater e oferecer soluções aos problemas públicos da área, o C.CIF defende a simplificação do sistema tributário brasileiro e o aprimoramento do modelo de gestão fiscal do país. Segundo seus dirigentes, cabe à sociedade e às entidades civis se organizar e propor uma reforma tributária definitiva para o Brasil. “Atualmente temos uma legislação complexa, que cria mais insegurança para todo o empresariado”, explicou no evento Eurico de Santi, diretor do C.CiF.

Para o ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda e também diretor da instituição, Bernand Appy, as distorções derivadas da complexidade são os principais problemas hoje do sistema, que inibe sobremaneira o crescimento da economia: “São questões que roubam a competitividade do país. Uma reforma tributária poderia agregar um crescimento de 10% ao PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro em 10 anos, isto é, 1% ao ano a partir do momento que a proposta for implementada”, disse.

A proposta de reforma tributária do C.CiF tem como como principal diferença a eliminação de cinco tributos ao longo de dez anos: ICMS, ISS, IPI, PIS e COFINS. No lugar, seria criado um imposto único, chamado inicialmente de Imposto Geral sobre o Consumo (IGC). “O imposto seria arrecadado tendo como critério o local de destino do produto ou serviço, prática comum na maioria dos países que utilizam o sistema de imposto único”, salientou Appy.

Assim como outras entidades que representam a indústria nacional, a ADIRPLAST acredita que uma reforma tributária deva ser promovida no país urgentemente. “A irracionalidade dos tributos brasileiros cria situações inusitadas, como a do surgimento de ‘agentes piratas’. Eles comercializam matérias-primas e ganham dinheiro na sonegação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Ganham ainda por meio de vários outros subterfúgios, como o de importar o produto por um determinado Estado e, depois, transferi-lo para outro ou mesmo de vendê-lo dentro deste mesmo Estado, manipulando o recolhimento na medida em que transferem as mercadorias de locais com cobrança de 4% e as comercializam como 18%. Isso cria uma tremenda deformação competitiva”, diz Osvaldo Cruz, diretor da Entec Polímeros e vice-presidente da ADIRPLAST. 

Para Cruz, uma proposta como a do C.CiF traz simplicidade, transparência e equidade necessárias para todos os setores da economia.
Laércio Gonçalves, diretor da Activas e presidente da ADIRPLAST, lembra que a reforma tributária é um passo importante para que o Brasil volte a crescer de forma coerente e competitiva: “Esta é uma das bandeiras de nossa entidade para 2017. Temos a certeza que os benefícios de uma reforma tributária são gigantescos não só para o nosso segmento como para todo país.”

Apesar da urgência, os membros do C.CiF acreditam que a tramitação política de uma reforma tributária pode demorar. “O governo federal, neste momento, está mais voltado para as reformas da previdência e trabalhista. Pessoalmente, acredito que essa seja uma agenda para o próximo mandato presidencial", diz Appy. No entanto, conclui Gonçalves, “2018 já está aí. Por isso, a mobilização das entidades e empresas já neste ano é fundamental”, acredita o presidente da ADIRPLAST.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

image

HENKEL INOVA MAIS UMA VEZ E DESENVOLVE NO BRASIL NOVA TECNOLOGIA COM ALTA PERFORMANCE PARA EMBALAGENS

A Henkel, líder global em soluções de adesivos, selantes e tratamento de superfícies, acaba de lançar o produto TECHNOMELT SUPRA 175, adesivo hot melt para fechamento de caixas e cartuchos. A novidade foi desenvolvida no Brasil e é produzida na unidade da Henkel de Jundiaí/SP. Este produto possui força de adesão extrema e baixo peso especifico, o que resulta em mais produtividade a custos menores, uma vez que, além do baixo peso especifico do adesivo, ainda se faz necessária menor quantidade aplicada para garantia do fechamento das caixas e cartuchos.


Benefícios do TECHNOMELT SUPRA 175

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TETRA PAK RECEBE CERTIFICAÇÃO DE EXCELÊNCIA OPERACIONAL

A fábrica da Tetra Pak em Monte Mor (SP) recebeu o prêmio Avanced Special da metodologia Total Productve Maintenance (TPM). A certificação foi concedida pelo Japan Institute of Plant Maintenance (JIPM), após duas auditorias externas realizadas na planta, em julho de 2016 e janeiro de 2017.

O prêmio é um reconhecimento à excelência da gestão na unidade, que aumentou a eficiência operacional e reduziu as perdas no processo produtivo. Este é o quarto nível de certificação obtido pela Tetra Pak, que desde o ano 2000 aplica a metodologia nos procedimentos fabris no Brasil. A meta é que a empresa alcance, em 2018, o nível World Class, certificação máxima conferida pelo JIPM.

Desenvolvido no Japão, na segunda metade do século XX, o sistema TPM foca, contínua e sistematicamente, em maximizar a produtividade, a partir do controle de perdas da indústria. A filosofia busca sempre o zero: zero acidentes, perdas de matéria-prima ou problemas de qualidade.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

image

 

 

ARCOR APRESENTA 19 LANÇAMENTOS PARA A PÁSCOA 2017

 

Para todos os gostos e bolsos. A Arcor do Brasil apresenta seu portfólio para a Páscoa 2017. São 19 lançamentos, incluindo ovos da personagem Tortuguita, licenças e opções para o público jovem e adulto.


Tortuguita - Em 2017, o Ovo Tortuguita de Montar 100g, oferece um brinquedo, e o Ovo Tortuguita Formato 120g, traz uma Tortuguita no recheio. O Ovo Tortuguita 150g conta com mais uma opção: chocolate biscoito. 

 

E as surpresas não param por aí: a Arcor traz de volta Tortuguita Headphone 100g, ovo que foi sucesso de vendas em Páscoa anteriores, agora em um novo modelo. A fabricante recebeu muitos pedidos de consumidores via redes sociais e SAC e trouxe uma nova versão do produto, com design renovado, para a Páscoa 2017. Completam o portfólio da Linha Tortuguita, os ovos Tortuguita Lancheira 100g, Tortuguita Copo 100g e Tortuguita Confeitos 45g.

 

Licenças - Ícones das telinhas, das telonas e até dos gibis estão entre os licenciados da Páscoa Mágica 2017. São eles: Ovo Moana 100g, inspirado no mais recente sucesso da Disney, vem com um acquacopo que remete às aventuras da princesa no mar, o ovo Princesinha Sofia 100g, que neste ano vem acompanhado de uma maleta em alto relevo exclusiva da personagem.

image
Outras apostas para a época são: o ovo Turma da Mônica 100g, que traz a galera do gibi com uma pegada Toy Art. Cada ovo vem com uma personagem colecionável e personalizável; os ovos Simpsons 100g e o Superman 100g  para consumidores de todas as idades.

 

 

image

 

Linha Adultos - Para a linha Adultos, a novidade da vez é o Ovo Rocklets 205g, de chocolate ao leite com confeitos Rocklets na casca. 

 

image

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

imageKFC LANÇA SANDUICHE SECRETO E APRESENTA NOVAS EMBALAGENS

 

Novidades já estão disponíveis nas 33 lojas da rede

 

Para dar continuidade à campanha Receita Secreta, lançada em outubro de 2016, a rede KFC, uma das maiores do mundo e especializada em frango frito, apresenta aos seus consumidores uma deliciosa novidade no cardápio: o sanduíche secreto, produzido com a receita irreplicável do Coronel Sanders, fundador da marca. O lançamento já está disponível em todas as lojas do Brasil.

 

O novo sanduíche conta com duas tirinhas de frango empanadas na receita secreta, salada exclusiva do KFC, molho do Coronel e pão integral com gergelim. Além de vendido separadamente por R$16, o sanduiche secreto também poderá ser encontrado no Combo, com batata-frita e refrigerante ou no Box, com mais dois pedaços ou duas tirinhas de frango, além de batata-frita e refrigerante.

 

Novas embalagens:

 

Além do lançamento do sanduíche secreto, o KFC traz aos seus fãs novas embalagens, criadas e desenvolvidas pela agência The Heart Corporation (THC). A marca renovou sua identidade visual e apresenta ao mercado um design ainda mais clean e marcante para toda a sua linha de produtos. “Queríamos um layout mais moderno, que tivesse uma conexão ainda maior com os nossos consumidores. A THC conseguiu chegar exatamente nos que procurávamos, ressaltando elementos fundamentais da essência da marca”, afirma Juliana Pisani, diretora de Marketing do KFC Brasil. A novidade faz parte da nova visão da empresa, que tem como diretriz a inspiradora história do empreendedor e fundador do KFC, Coronel Sanders, que não desistiu de sua paixão. “A nossa missão é inspirar consumidores a seguirem as suas paixões, assim como fez o Coronel Sanders. Ele, de tão apaixonado por frango, criou o KFC, a marca do frango mais gostoso do mundo”, completa a diretora.

 

Reconhecido pelo icônico balde de frango, que também é o carro chefe da marca, o KFC é referência mundial em frango frito e conta com cardápio diversificado, que oferece sanduíches, pratos quentes criados exclusivamente para os brasileiros, snacks e diversas sobremesas.

 

image

 

Sobre KFC

O KFC - Kentucky Fried Chicken - é uma rede de restaurantes norte-americana criada em 1952 pelo Coronel Harland Sanders, na cidade de Corbin, no estado do Kentucky, nos EUA. A receita secreta do delicioso frango – grande sucesso feito à base de 11 ingredientes secretos – está trancada numa caverna em Louisville, no Kentucky, com cópias parciais de segurança em outros locais.

 

A rede soma mais de 17 mil restaurantes distribuídos em mais de 100 países e faz parte do Grupo Yum!Brands, detentor também das marcas Pizza Hut e Taco Bell.

 

No Brasil, desde 2003, KFC é referência de frango frito. Atualmente, a marca tem 33 unidades distribuídas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

 

Fonte: In Press Porter Novelli

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

'

image

SIG COMBIBLOC ADOTA "ELETRICIDADE VERDE" EM TODAS AS SUAS PLANTAS

 

Esta é uma importante meta de sustentabilidade da empresa

 

Janeiro 2017. Reduzir as emissões de CO2, promover o uso de recursos renováveis e agir contra a mudança climática – estas são três importantes metas, ambientais e sustentáveis, da SIG Combibloc. E para começar bem 2017, a empresa anunciou que suas plantas da Europa, América do Sul, China e Ásia-Pacífico serão 100% abastecidas com a chamada “eletricidade verde”. Esta energia vem de fontes renováveis como vento, sol, água, biomassa e biogás.

 

Na Europa e América, a eletricidade renovável pode ser comprada no mercado livre. Na Ásia, a SIG obtém eletricidade verde de fornecedores locais certificados pelo padrão ‘GoldPower®’. Este padrão inclui, por exemplo, plantas de biogás na Tailândia, nas quais extrai-se o metano de efluentes e o transforma em eletricidade. Além da geração de uma energia benéfica ao clima, a população local também se beneficia do projeto a partir de um ar mais limpo, melhoria da qualidade da água e oportunidades de trabalho e de treinamento.

 

“Conseguir “eletricidade verde” na Ásia, de uma fonte confiável, é uma grande conquista, visto que esta capcidade é muito escassa e até agora esteve disponível, quase que exclusivamente, para as grandes multinacionais”, explica Arnold Schuhwerk, que como Gerente Global de Categoria é responsável pela compra de energia na SIG Combibloc. “Estamos super satisfeitos por atingir esta meta em tão pouco tempo”.

 

Estudos estão em andamento em outras plantas da SIG Combibloc na Ásia para avaliar a viabiliade, econômica e ambiental, de se construir plantas de energia solar.

 

Sobre a SIG Combibloc

A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2015, a empresa faturou € 1,720 bilhão, tendo cerca de 5 mil funcionários atuando em 40 países.

 

A planta da SIG Combibloc em Campo Largo, próximo a Curitiba (PR), já utiliza a chamada “eletricidade verde”.

 

Fonte: Liliam Benzi

Comunicação & Inteligência em Negócios

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

image

ABIEF FECHA PARCERIA EXCLUSIVA COM O PORTAL UOL EDUCAÇÃO

 

Todos os associados da entidade desfrutam de desconto de 20% nos cursos on-line.

 

São Paulo, Janeiro de 2017 - A partir de uma parceria inédita e exclusiva na área de embalagens, os associados da ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) contam, desde o início deste ano, com um desconto de 20% em qualquer curso on-lineoferecido pelo Portal UOL Educação. Considerado o maior e mais completo Portal de Educação do país, o UOL oferece mais de 500 cursos on-line em diversas áreas de conhecimento - Administração e Gestão, Contabilidade e Finanças, Indústria, Marketing e Vendas, Recursos Humanos, Cotidiano, Bem-estar, Informática, Liderança e Empreendedorismo e Idiomas.

 

“O objetivo é oferecer ainda mais conhecimento para os profissionais do setor de embalagens plásticas flexíveis, maximizando suas potencialidades e criando novas competências e um aprendizado contínuo”, explica Herman Moura, empresário e
Presidente da ABIEF.

 

Sobre a ABIEF

Com 40 anos de atividades, a ABIEF (Associação Brasileira das Indústrias de Embalagens Plásticas Flexíveis) tem por objetivo fomentar o mercado nacional de embalagens plásticas flexíveis. A Associação também tem incorporada às suas atividades o fomento à exportação e a preservação ambiental a partir do Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas. A entidade reúne empresas de todo o Brasil fabricantes de filmes monocama, coextrusados e laminados; filmes de PVC e de BOPP; sacos e sacolas; sacaria industrial; filmes shrink e stretch; rótulos e etiquetas; stand-up pouches; embalagens especiais.

 

Fonte: Liliam Benzi

Comunicação & Inteligência em Negócios

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

imageCCGL APOSTA NA TECNOLOGIA SIG COMBIBLOC E INSTALA NOVA LINHA EM CRUZ ALTA (RS)

 

São Paulo, Janeiro, 2017 - Como parte do projeto de ampliação de sua planta em Cruz Alta, interior do Rio Grande do Sul, a CCGL (Cooperativa Central Gaúcha Ltda) iniciou em Dezembro, mais uma linha de envase da SIG Combibloc. A nova linha CFA 712, com capacidade para 12 mil embalagens/hora, trabalhará, inicialmente, apenas com creme de leite em embalagens cb7 de 200 ml. O projeto de ampliação dessa planta da CCGL, finalizado em setembro passado, consumiu um investimento de R$ 120 milhões.

 

“Há três anos instalamos a primeira linha SIG na CCGL, também uma CFA 712, que envasa o achocolatado Choco Latte e creme de leite em embalagens cb7 de 200 ml. Os resultados da parceria e da operação têm sido tão positivos, que a CCGL sentiu-se confiante em apostar novamente na tecnologia da SIG neste importante projeto de ampliação de capacidade“, comenta Antonieta Hilst, diretora Regional América do Sul.

 

Guillermo Dawson Jr., diretor Superintendente da CCGL, atesta o sucesso da parceria com a SIG e acrescenta:“Também pesou muito em nossa decisão o fato das linhas da SIG terem perdas mínimas durante a produção. Nossas máquinas têm o segundo melhor resultado do mundo na SIG. Alia-se a isso o fato do custo de operação ser reduzido e a produtividade excelente.“

 

Fundada em 1976, a CCGL é hoje uma das maiores cooperativas do Brasil, com três unidades de negócios, segmentadas em: desenvolvimento de tecnologias agropecuárias, fabricação e comercialização de lácteos e operações logísticas. Suas 39 cooperativas associadas representam 170 mil estabelecimentos rurais, de 350 municípios do Estado do Rio Grande do Sul. Uma das prioridades da empresa é a produção sustentável que garante qualidade superior aos seus produtos.

 

Uma de suas divisões de negócio é a CCGL Lac, criada em 2008 como uma unidade de processamento de leite, em sua sede, em Cruz Alta. Outro diferencial da empresa é que os principais pontos de coleta do leite na região também estão próximos a Cruz Alta, garantindo um processamento rápido e a melhor qualidade do leite, uma vez que não há longas distâncias a serem percorridas e o período de armazenamento é reduzido.

 

Sobre a SIG Combibloc

A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2015, a empresa faturou € 1,720 bilhão, tendo cerca de 5 mil funcionários atuando em 40 países.

 

Fonte: Liliam Benzi

Comunicação & Inteligência em Negócios

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

imageADECOL FECHA 2016 COM 25% DE AUMENTO EM FATURAMENTO


Indústria química paulista dribla grave crise do setor com inovações, exportações e investimento em atendimento aos clientes. Indústria química brasileira caiu da 6a para a 8a posição no ranking mundial

 

Poucas são as empresas que podem respirar aliviadas por terem conseguido sobreviver e registrar lucro no tumultuado ano de 2016, ainda mais no setor químico. Com um crescimento de 25% no faturamento, a Adecol, única fabricante brasileira com capital 100% nacional, passou de R$ 127 milhões para R$ 160 milhões e é uma delas. Mas o feito em nada teve de tranquilo. Foram 365 dias de desafios, estratégias, revisão de rotas e muito fôlego para enfrentar o mercado nacional completamente abalado pela crise que assola o País.


Para se ter uma dimensão da grave situação da indústria química, a Abiquim ( Associação Brasileira da Indústria Química) divulgou em seu balanço anual que o Brasil perdeu a posição que ocupava no ranking mundial e passou de 6o para 8o mercado com o faturamento de US$ 111,8 bilhões, sendo ultrapassado por Índia e França. O ranking considera os dados de 2015.

 

O setor químico brasileiro, no entanto, subiu para a terceira posição no PIB industrial em 2016, estimulado pela queda da indústria automobilística, representando 10,4% de toda a indústria de transformação.

 

Correspondendo à performance da Adecol, segundo a Abiquim dentre os diversos segmentos que compõem a indústria química, o destaque é o de Produtos Químicos de Uso Industrial, que deverá encerrar 2016 com um faturamento de US$ 54,9 bilhões.

 

Atuando no mercado de adesivos industriais, a empresa faz parte deste segmento e fornece matéria-prima para mais de 25 segmentos produtivos, que vão desde a indústria automobilística, alimentar, farmacêutica até moveleira, gráfica e eletrônica. “Vimos players fechando linhas de produção, enxugando equipes de atendimento, outros investindo em mercados específicos”, conta Alexandre Segundo, diretor comercial da Adecol.

 

Apesar do momento de fragilidade, a estratégia adotada pela empresa foi completamente oposta a isso. “Investimos no departamento comercial para conquistar clientes com um atendimento bem personalizado e regionalizado, fizemos parcerias internacionais, estivemos presentes em eventos na Europa e mantivemos a verba do nosso laboratório de desenvolvimento de novos produtos”, explica Segundo. “Foi um ano bem difícil e precisamos de coragem para continuar acelerando mesmo com o cenário turvo e pouco atraente”.

 

Faturamento Adecol

2014 – R$ 110 milhões

2015 – R$ 127 milhões – crescimento 18,2%

2016 – R$ 160 milhões – crescimento 25%

 

Faturamento Indústria Química

2014 – U$$ 147 bilhões

2015 – US$ 111,8 bilhões - queda 23,9%

2016 – U$ 113,5 bilhões – crescimento 1,4%

 

Exportações

 

O movimento de mirar o mercado externo foi tão grande que a empresa identifica 2016 como o ano de internacionalização da Adecol. “Contratamos representantes em toda a América Latina e montamos uma rede de atendimento e distribuição eficiente, capaz de atender grandes demandas com rapidez, preço competitivo e estrutura de pós venda, o que foi decisivo para a conquista de novos clientes fora do País”, revela Alexandre Segundo.

 

O mesmo não se pode dizer da indústria química brasileira em geral que amargou um déficit da balança comercial de US$ 16,9 bilhões, pois importou US$ 26,7 bilhões em produtos químicos e exportou US$ 9,8 bilhões.

 

Investimentos

 

Os investimentos nas linhas de produção da Adecol também contribuíram para a boa performance de fechamento do ano. Líder de mercado no segmento moveleiro, a indústria investiu na estrutura da linha de adesivos à base de água e em melhorias nas linhas de adesivos hotmelt e PUR. “Esses investimentos refletirão em 2017, porque reforçamos 3 linhas importantes para nossa receita total e estamos prontos para começar o ano com capacidade de entrega plena. Hoje podemos dizer que somos a única empresa brasileira que produz adesivos em território nacional e tem um portfólio completo para mais de 25 segmentos diferentes”.

 

A empresa já ampliou o terreno para crescimento da planta industrial e agora em 2017 as obras estarão a todo vapor para que possa trazer para o Brasil o que há de melhor em tecnologia de adesivos industriais. A Adecol prevê ainda mais investimento no seu departamento comercial, inclusive com contratação de mais funcionários, para manter a qualidade do atendimento ao cliente, atualmente um dos seus principais diferenciais de mercado.

 

Novamente, a indústria paulista andou na contração do seu setor, que segundo a Abiquim está operando com 80% de sua capacidade. Para a associação antes de investir em novas plantas ou expansões os empresários trabalham para aumentar o índice de operação e ter a garantia de fornecimento de energia elétrica e matéria-prima a preços competitivos por longo prazo.

 

Expectativas para 2017

 

Ainda para 2017, o objetivo da Adecol é tomar ações estratégicas pontuais, visando mercado por mercado. “Por sermos fabricante de adesivos, muitas vezes sob medida, podemos estar presentes em diversos segmentos, e isso sempre nos fez com que tivéssemos know how nas mais diferentes aplicações existentes. Por isso, para este ano, decidimos utilizar dessa bagagem que a Adecol possui para explorar todas as oportunidades dos segmentos, agindo pontualmente em cada setor”, completa Kiss.

 

A ADECOL também contará com laboratórios cada vez mais especializados e capacitados, novo website com conteúdo inédito e segmentado, implementação de novo sistema e outros investimentos na área de tecnologia.

 

Sobre a Adecol

 

Maior fabricante de adesivos industriais com capital nacional do País, a ADECOL tem inovação em seu DNA. Um dos seus diferenciais é trabalhar sob medida, desenvolvendo formulações específicas para diferentes demandas, que geram um portfólio amplo e flexível capaz de atender a inúmeros nichos de mercado. Presente nos mais diversos segmentos, do automobilístico ao setor de embalagens, a empresa produz 1,5 mil toneladas de adesivos por mês em 10 linhas. Atuando como um laboratório de desenvolvimento, adapta produtos e matérias-primas importadas para o cenário da América Latina. Em 2016 fechou faturamento em R$ 160 milhões com aumento de 25% em relação a 2015. Também em 2015, a empresa investiu R$ 2 milhões para dobrar a produção da linha de adesivos PUR com foco nos setores gráfico e moveleiro.

 

Fonte: Engaje! Comunicação Inteligente

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

imageBRASKEM ANUNCIA ACORDO PARA A VENDA DA QUANTIQ

 

São Paulo, 10 de janeiro de 2017 - A Braskem, maior petroquímica das Américas, assinou hoje contrato com a GTM do Brasil, subsidiária da GTM Holdings S.A., por meio do qual se comprometeu a vender a totalidade do capital social da sua controlada quantiQ, uma das maiores distribuidoras de produtos químicos do Brasil.

 

O valor da transação é de R$ 550 milhões, dos quais R$ 450 milhões serão pagos no ato da venda e o restante em até 12 meses. A conclusão da alienação está sujeita a condições precedentes usuais nesse tipo de operação, dentre as quais se inclui a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 

“A alienação da quantiQ está em linha com a estratégia de reforçar nossa atuação no setor petroquímico, otimizando o portfólio de ativos da Braskem dentro do nosso compromisso com a disciplina financeira”, diz Fernando Musa, presidente da Braskem.

 

A GTM é um dos maiores distribuidores químicos da América Latina com operações no Brasil, México, Guatemala, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Equador, Peru e Argentina. É controlada pela Advent International, um dos maiores investidores globais de private equity.

 

Os ativos da quantiQ, criada em 1991 como Ipiranga Química, são oriundos da aquisição e posterior incorporação dos negócios de distribuição do grupo Ipiranga em 2007 e da Quattor em 2010. Com quatro centros de distribuições e sete bases logísticas, a distribuidora atende mais de 50 segmentos de mercado, incluindo commodities e especialidades químicas. A Braskem manterá relações comerciais com a quantiQ.

  

Sobre a Braskem

 

A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, com volume anual superior a 20 milhões de toneladas, incluindo a produção de outros produtos químicos e petroquímicos básicos, e com faturamento anual de R$ 54 bilhões. Com o propósito de melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico, a Braskem atua em mais de 70 países, conta com 8 mil integrantes e opera 40 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

 

Fonte: CDN Comunicação

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

imageBEMIS LANÇA PROGRAMA DE GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES

 

Melhores práticas de parceiros da cadeia produtiva serão premiadas pela empresa líder em embalagens

 

São Paulo, 11 de janeiro de 2017 - A Bemis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, acaba de lançar o Programa Superar, que tem como objetivo estimular, acompanhar e manter a qualidade da cadeia produtiva de embalagens, reconhecendo os melhores fornecedores da empresa. O projeto-piloto será realizado com 25 fornecedores e a ideia é que seja ampliado a partir de 2018.

 

O programa está dividido em três categorias: matéria-prima (alumínio, filmes plásticos, papel & cartão, químicos e resinas), materiais indiretos (caixas de papelão e tubetes) e serviços (fretes). Os fornecedores serão avaliados trimestralmente de acordo com indicadores das áreas de Logística, Qualidade, Comercial, e Pesquisa e Desenvolvimento.

 

“Para atendermos bem nossos clientes finais é necessário que tanto a Bemis como os seus fornecedores sempre busquem a excelência. O Programa Superar foi criado para trocar experiências e informações relevantes para promover o desenvolvimento da cadeia de fornecimento e reconhecer os parceiros que realizam as melhores práticas”, afirma Lisandra Salgueiro, gerente geral de suprimentos da Bemis Brasil.

A primeira premiação do Programa Superar ocorrerá no início de 2018, com a presença dos fornecedores que realizarem as melhores iniciativas. Os vencedores receberão um Selo Ouro de Fornecedor Bemis e, o melhor de todos, um Selo Diamante.  

 

Sobre a Bemis

A Bemis é uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo. Com sede em Neenah, Wisconsin (EUA), a companhia atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas, tubos laminados e rótulos. A companhia conta com 18 mil funcionários em 61 unidades, localizadas em 12 países nas Américas do Norte e Latina, Europa e Ásia-Pacífico. Mais informações no site www.bemis.com

 

Fonte: Ketchum

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

imageMAIS RECENTE INIVAÇÃO DA APTAR BEATY + HOME, TRÓPICO É LANÇADO SIMULTANEAMENTE NOS MERCADOS BRASILEIRO E GLOBAL

Projetada para o segmento de cuidados do lar, embalagem combina facilidade de um squeeze a um dispensador de fluxo múltiplo

 

SÃO PAULO - É conhecido mundo afora o hábito brasileiro de manter a casa sempre em ordem. Em tempos de crise econômica, esse costume acaba sendo realçado. É que, por saírem menos e passarem mais tempo em casa, as pessoas tendem a deixar o lar mais limpo, cheiroso e organizado. Atenta a essa característica, a Aptar Beauty + Home lança no mercado brasileiro, simultaneamente à apresentação em outros países, a sua mais recente inovação: Tropico. Projetada para o segmento de cuidados do lar, a embalagem permite aplicação direta do produto no chão.

 

Com design moderno, Tropico combina a facilidade de um squeeze a um dispensador de fluxo múltiplo, função que as opções atualmente disponíveis no mercado, de fluxo único, não conseguem realizar. Com um aperto simples rápido, o dispensador permite o fácil e total esvaziamento do produto. Como se não bastasse, a embalagem dispersa o artigo em qualquer superfície, cobrindo grandes extensões e garantindo uma limpeza superior.

 

Confira as principais características do Trópico:

 

Fácil atuação:

 

- Basta inverter e espremer o fluxo de produto;

 

- Capacidade de controlar o tamanho padrão, variando a quantidade de pressão aplicada à embalagem.

 

Cobertura extensa e limpeza superior

 

- Permite a aplicação direta na superfície;

 

-Orifícios múltiplos criam um padrão de fluxo que resulta numa dispersão mais ampla do produto;

 

- Fluxo contínuo de produtos dá ao consumidor o controle total;

 

- Dispersão em qualquer superfície, cobrindo extensões grandes e garante limpeza superior.

 

Delicioso:

 

- Proporciona uma experiência deliciosa;

- Duas opções de cores permitem a diferenciação na prateleira.

 

Aptar - Líder no setor global de sistemas dispensadores, a Aptar tem sede em Crystal Lake, Illinois, e possui plantas industriais espalhadas pela Europa, Ásia e Américas do Norte e do Sul, totalizando 47 unidades industriais situadas em 17 países. No Brasil, a multinacional conta com unidades nos municípios de Cajamar e Jundiaí, em São Paulo, e em Maringá, no Paraná.

 

Com forte presença nos mercados de fragrâncias, cosméticos, cuidados pessoais, cuidados com o lar, alimentos, bebidas e farmacêuticos, a Aptar tem mais de meio século de expertise na criação e inovação de embalagens para consumidores em todo o mundo. 

 

A divisão Beauty + Home é uma parceira específica de soluções em sistemas de distribuição de embalagens para os mercados de beleza, cuidados pessoais e cuidados com a casa. Estruturada por campos de aplicação, a área antecipa as expectativas dos mercados globais e locais, visando proporcionar diferenciação de marca para os clientes e praticidade com valor agregado aos usuários finais.

 

 

 

 

 

 

image
image
image